Fabio Seixas, versão txt
EPICENTRO, o TED brasileiro
março 7, 2009, 12:39 PM por Fabio Seixas

Ricardo Jordão, o cara por trás do BizRevolution, é um sujeito inquieto. Tão inquieto que não consegue conviver com a idéia de que algo bacana acontecendo em algum lugar do mundo não possa ser replicado aqui no Brasil.

E uma das coisas mais legais que acontece na Califórnia desde 1984 é o TED, a conferência Technology, Entertainment and Design que tem como slogan "Ideas Worth Spreading".

Quando conheci o TED a cerca de 2 anos atrás, a primeira coisa que me veio a mente foi "podia ter um evento desses aqui no Brasil." Acho que todo mundo que curte o TED em algum momento já pensou nisso.

E é ai que entra o Jordão com sua perspicácia e capacidade de realização. Jordão botou na cabeça que o Brasil deveria ter um evento nos moldes do TED e criou o evento EPICENTRO que, sem a menor vergonha em se espelhar no benchmark americano, tem como slogan "Idéias que valem a pena espalhar".

A proposta do EPICENTRO é fazer o que o TED fez a 25 anos atrás, ou seja, iniciar algo que seja fantástico, que reúna pessoas fantásticas, com idéias fantásticas.

Mas sendo o TED um evento de gabarito altíssimo, natural que haja alguma dúvida:

A Bruna Calheiros outro dia postou no Twitter:


twitter_epicentro.gif

Não acho que o EPICENTRO será o que o TED é atualmente. Afinal o TED ultimamente tem contado com nomes de peso em sua programação. Quem sabe no EPICENTRO 2012 possamos contar com nomes como Chico Buarque ou Maurício de Sousa, mas, agora, o que importa é iniciar algo. Além disso, uma das maiores belezas do TED é trazer a tona pessoas fantásticas com idéias fantásticas que não são necessariamente famosas ou populares. Uma das melhores palestras que assisti no TED foi da Jill Bolte Taylor, uma pesquisadora do cérebro humano da qual eu nunca tinha ouvido falar.

Jordão conseguiu reunir um time de palestrantes interessantíssimo, dos quais a maioria eu nem conhecia. E foi justamente isso que me deixou mais animado, ter a oportunidade de escutar essas pessoas com idéias totalmente novas. Fiquei muito feliz quando o Jordão me convidou para palestrar. Falarei sobre como o crowdsourcing está mudando o nosso mundo.

O EPICENTRO acontece dia 19 de março de 2009 e tem a seguinte programação:

14:30 Recepção
15:20 Abertura, Jordão, Co-fundador e Editor do Epicentro
15:30 Luciano Pires, Anarquista Corporativo
15:50 Fabio Seixas, Camiseteiro
16:10 Alexandre Oliva, Evangelizador do Software Livre
16:30 Christian Barbosa, Gerenciador de Tempo
16:50 Vicente Lassandro, Geólogo
17:10 Pedro Mello, Empreendedor Serial
17:30 Eric Acher, Venture Capitalist
17:50 Aleksandar Mandic, A Internet em Pessoa
18:10 Claudia Riecken, Psicóloga 2.0
18:30 Indio da Costa, Político 2.0
18:50 Rawlinson, Empreendedor e Filósofo
19:10 Marco Gomes, Interneteiro Profissional
19:30 Gabriel Peixoto, Educador
19:50 Miguel Cavalcanti, Pecuarista Digital
20:10 Marco Antonio Gonçalves, Marketeiro Jurídico
20:30 Adelson de Sousa, Chateaubriand da Informática
21:00 Encerramento, Jordão, Co-fundador e Editor do Epicentro

O EPICENTRO será transmitido ao vivo pela Aulavox. Todas as palestras serão gravadas em vídeo e disponibilizadas no site do EPICENTRO.

Evento: Epicentro
Onde: IT Midia - Praça Prof. José Lannes 40 - Edifício Berrini 500 - 17º andar - SP
Quando: 19 de março
Horário: 14h30
Inscrições aqui


epicentro.gif





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (22) | trackback (0)
Link para este post:



Bill Gates no TED 2009: Mudando o mundo, segundo ato.
fevereiro 7, 2009, 10:11 PM por Fabio Seixas

Bill Gates largou o dia-a-dia da Microsoft para se dedicar à filantropia. À sua maneira, já começa a mudar o mundo pela segunda vez. No TED desse ano, Gates abordou de maneira apaixonada dois grandes problemas da humanidade que não são devidamente priorizado pelas forças econômicas do mercado: A malária e o treinamento dos professores.

Gates afirma que investe-se mais na descoberta de tratamentos de calvice do que com malária. Realmente, o capitalismo é egoísta.

Para os interessados em educação, Gates recomenda a leitura do livro Work Hard. Be Nice, de Jay Mathews.

No fim, Gates clama para que nós mesmos busquemos as respostas desses e de outros problemas. Mãos à obra.

Assista aqui:






Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (6) | trackback (0)
Link para este post:



Bold Moves. A humildade baixou na Ford
julho 7, 2006, 10:32 PM por Fabio Seixas

hdrBoldMovesMain.gif

Uma atitude e tanto da Ford. Bold Moves. The future of Ford.

A Ford está pedindo ajuda ao consumidor sobre como salvar a empresa da atual crise mundial. Como fazer isso? Deixar a passividade de lado e transformar de maneira revolucionária a interatividade entre consumidor e a mega-corporação.

Os problemas internos da Ford serão expostos abertamente através do site e colocados em discussão entre os usuários.

Interessante vai ser ver o desbobramento dessa ação ousada. Pode ser que dê certo ou pode ser que seja um tiro no próprio pé. Eu torço para que dê certo. Será um indício de que a co-criação é mais poderoso do que podemos imaginar.

Resta saber se a Ford saberá tocar o projeto da maneira aberta como prometem. Difícil é emplacar uma atitude de uma empresa jovem, recem criada e com espírito 2.0 em uma mega corporação com 103 anos de vida e 327 mil funcionários. Podiam começar pedindo para todos os funcionários pararem de usar gravatas.

Via Brainstorm #9





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (4) | trackback (0)
Link para este post:



Para onde nós vamos?
março 6, 2006, 7:55 PM por Fabio Seixas

Enquando dava uma espiava, confesso que com olhares de inveja, as palestras que vão acontecer no MIX06 no próximo dia dia 20 em Las Vegas, descobri uma empreitada muito interessante da Amazon chamada MTurk (Ou Mechanical Turk).

O MTurk é um site onde pessoas podem realizar tarefas que humanos realizam muito melhor do que qualquer computador e ainda serem remunerados por isso.

É simples. Dentre as diversas tarefas publicadas no site, você escolhe uma, a realiza e pronto. Depois, o solicitante avalia seu trabalho e te paga.

O Google já faz algo semelhente com o Google Answers onde você publica uma pergunta disposto a pagar para que alguém a responda. É claro que existem perguntas que um ser humano responde com muito mais facilidade do que um computador. O odor desse vinho é amadeirado? Qual a sensação de ser pai?

A questão é até onde o meio online nos levará no desenvolvimento de uma humanidade mais culta e desenvolvida? Ações como essas propiciam e incentivam o desenvolvimento de nossas capacidades intelectuais e humanas. Imagine por exemplo, como os cidadãos de baixa renda, ex-presidiários, integrantes de classes minoritárias, ou seja, indivíduos excluídos socialmente mas ainda assim cultos e capazes poderão se desenvolver no longo prazo, eliminando a exclusão social de suas vidas. Simplesmente fantástico.

Definitivamente, a era ilustrada em "Tempos modernos" de Chaplin está fadada a ser extinta.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (3) | trackback (0)
Link para este post:



Faça diferença na vida de alguém
fevereiro 2, 2006, 12:10 AM por Fabio Seixas

Porque eu tenho um blog? O que leva milhões de pessoas a criarem blogs falando dos mais variados assuntos?

Simples. Todos querem que sua passagem pela terra tenha valido a pena. A tecnologia atual, especialmente os blogs, permite isso. Com extrema facilidade, é possível criar um blog e sair disseminando seu conhecimento e opnião pelo mundo, influenciando a vida de umas poucas (ou muitas) pessoas deixando a sua marca no mundo, criando algo bom que faça a sua vida ter valido a pena no final das contas.

Cada um que cria um blog tem isso em mente. É esse o motivo que tem tornado os blogs muito mais úteis do que simples diários pessoais.

Exemplos não faltam. O blog Eu Sei Escrever existe com o objetivo de mudar a feia cultura que os adolescentes de hoje tem de escrever tudu comu si voc estivesse falando akilu q voc iscrevi.

O blog Minha Reeducação mostra a historia de uma menina, a Jujuba, na sua saga de emagrecer. Certamente influencia e motiva centenas de outras meninas a atingirem seus objetivos.

O Mal de Parkinson é tratado nesse blog por uma comunidade que troca ideias e discute assuntos relacionados envolvendo pessoas que possuem a doença ou que cuidam de pessoas que tem.

Esse blog que você lê tem como objetivo principal espalhar no mundo um pouco do meu conhecimento, experiência e idéias. E acredito que em alguns casos, eu consigo fazer a diferença na vida de algumas pessoas, seja através de dicas de empreendedorismo ou simples idéas jogadas no ar.

Estes são alguns exemplos de como um blog pode mudar e influênciar a vida das pessoas.

E você? Como você vai mudar o mundo?

Obs.: Este post foi inspirado no post Naked conversation on a bus, do Creating Passionate Users





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (0) | trackback (0)
Link para este post:



Energetic Advertiser
novembro 15, 2005, 6:55 PM por Fabio Seixas

Definitivamente precisamos fazer aquilo que ninguém faz para aparecer, principalmente quando se trata de propaganda.

Olhem essa figura auto-entitulada "John Ng, Energetic Advertiser."

O cara pega uma placa de propaganda, coloca um headphone e fica numa esquina dançando e pulando como um louco com um grande sorriso no rosto. Não tem como não chamar a atenção. E além disso ainda te proporciona umas boas risadas.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (1) | trackback (0)
Link para este post:



Aprendendo com o CEO do Google
agosto 11, 2005, 10:04 PM por Fabio Seixas

Que tal algumas lições de empreendedorismo com Larry Page, co-fundador e CEO do Google? Ou então algumas dicas de como montar uma start-up vindas de Gary Kawasaki do Garage Ventures?

Confira nessa página alguns vídeos de palestras feitas por esses caras.

Via Business Oportunities





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (0) | trackback (0)
Link para este post:



O que os négocios podem aprender com o Open Source?
agosto 6, 2005, 10:19 PM por Fabio Seixas

Um dos melhores artigos que li este ano. 3 conceitos poderosos.

What Business Can Learn from Open Source

Alguns trechos:

"There's a name for people who work for the love of it: amateurs. The word now has such bad connotations that we forget its etymology, though it's staring us in the face. "Amateur" was originally rather a complimentary word. But the thing to be in the twentieth century was professional, which amateurs, by definition, are not."

....

"Work and life are supposed to be separate. But that part, I'm convinced, is a mistake."

....

"Many employees would like to build great things for the companies they work for, but more often than not management won't let them. How many of us have heard stories of employees going to management and saying, please let us build this thing to make money for you-- and the company saying no?"





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (0) | trackback (0)
Link para este post:





    Powered by Movable Type