Fabio Seixas, versão txt

« Startup brasileira é processada pelo Facebook | Main | Tendências para 2009 segundo a Leo Brunett UK »

“Meu iPod é Sony”
janeiro 12, 2009, 1:48 AM por Fabio Seixas

Mesmo num final de semana de sol numa cidade praiana não consigo desligar completamente minha mente para essas pequenas observações da vida digital. Estava na casa de alguns amigos, papo e cerveja correndo solta. O som que tocava numa dessas bases para iPod, que começara animado, já não estava tão animado assim. Alguém sugere “Troca o iPod lá”. Alguém responde “Meu iPod é Sony, não funciona, né?”. Por cinco segundos eu me contive e tentei observar se alguém iria fazer algum comentário sarcástico. Nada. Parei para analisar a situação. Apesar de haverem na mesa alguns profissionais de Internet dentre outros digitalmente incluídos, eu fui o único que senti dor no ouvido ao escutar aquilo. Resolvi ficar quieto.

Mesmo depois do “incidente”, me peguei pensando na situação. É besteira, eu sei. O que há de mal na expressão? Nada. Mas eu sou descendente de portugueses e dizem que portugueses levam tudo ao pé da letra. “Meu iPod é Sony” é algo que não pode ser levado ao pé da letra.

Os dois neurônios marketeiros logo se puseram a pensar. Chego a conclusão que a Apple conseguiu algo que poucas marcas conseguem. “iPod” virou sinônimo de MP3 Player. O hall das marcas que conseguem esse feito é seleto. Bombril, Xerox, Gilete, Sucrilhos, Cotonete e mais outra dúzia de marcas. Também pudera. Essas marcas viraram sinônimo de produtos com nomes complicados ou longos: Palha de aço, fotocópia, lâmina de barbear, cereal de flocos de milho, hastes flexíveis com ponta de algodão(!). Não poderia ser diferente com MP3 Player. Repete comigo: “MP3 Player”. Mais uma vez: MP3 PLEIEAR. Quantos por cento da população brasileira conseguem pronunciar “Player” corretamente? A maioria deve ficar só no “plea” mesmo. Realmente, “iPod” é bem mais fácil. Só não pode pro pessoal escrever senão "aipodi".

Nessa história, coitada da Sony que nem pode anunciar que seu mais novo celular possui a funcionalidade de “iPod”. Vai ter que continuar usando “Tocador de MP3”.




Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.



Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (19) | trackback (0)
Link para este post:


Trackback Pings

TrackBack URL para esse post:
http://www.fabioseixas.com.br/mt/mt-tb.cgi/531

Comentários

Muito bom o texto! Já passei por situação bem semelhante :)

Postado por: Cleber Zerrenner em janeiro 12, 2009 12:19 AM


É, são frutos de ter o produto mais vendido do mercado, ainda mais quando está em primeiro lugar isolado. O que eu mais uso hoje em dia é um Motorola. :D

Postado por: Leandro Bulkool em janeiro 12, 2009 6:57 AM


lembrando também do produto "Walkman" da Sony, que também virou sinônimo do produto pelo mundo todo...

Postado por: febox em janeiro 12, 2009 7:30 AM


É Fábio, também já passei por uma situação semelhante, mas ao contrário, o pessoal chamou de iPhone um 'mp9 xingling' que custa 300 pratas no Mercado Livre. Por aqui ouço muito o pessoal chamar os players digitais (seja de áudio ou vídeo) de MP4 (somente). iPod é meio difícil, conheço muita gente que nem sabe da existência dele, pois foram incluídos digitalmente graças às imitações chinesas.

Postado por: Fábio Silva em janeiro 12, 2009 8:52 AM


Exatamente, febox: vemos como a Sony PERDEU o Top of Mind da marca Walkman e Discman para o iPod. Quem diria, hein? Toda troca de tecnologia pode presumir uma nova marca.

Um bom trabalho de designer de produtos inovadores, junto a marketeiros bem antenados, pode criar novas Gilete, Bom Bril, Xerox, Sucrilhos e iPods...

Belo texto, Fábio!

Postado por: Felipe em janeiro 12, 2009 9:05 AM


Quer dizer que falar que eu tenho um iPod da Apple não é mais uma redundância, mas uma necessidade? Isso sim é curioso.

Resta saber se a moda vai pegar.

Postado por: Thássius V' em janeiro 12, 2009 9:07 AM


Muito bacana a observação, já me deparei com a mesma situação algumas vezes.

Aqui em casa meu walkman é philips, rs.

Abraço, c ya!

Postado por: Darcio Martins em janeiro 12, 2009 9:10 AM


É muito bom para uma empresa conseguir uma façanha dessas. É sinônimo de bons marketeiros e produto de qualidade.

Abraços,

Postado por: Monthiel em janeiro 12, 2009 9:15 AM


Ótimo texto! O fenômeno da Apple com o iPod é realmente algo louvável. MP3 player mal era algo muito disseminado -- quem dirá um sonho de consumo generalizado -- antes do lançamento do iPod; hoje em dia é item eletrônico fundamental. Tio Jobs criou demanda do nada, muito bonito!

Dito isso, Jesus, que vontade de estapear gente estranha que chama o iPod touch de iTouch. Ou que diz coisas como "ah, são bonitinhos esses computadores da MAC!". Arrrgh.

Postado por: Priscilla em janeiro 12, 2009 9:33 AM


Ralmente Seixas, inclusive há o jocoso apelido para as versões menos abastadas do Player como o "aipobre" ou uma cópia que nem vale uma marca. Tempos que urgem como dizia Al Ries "seja o primeiro em uma categoria".

No mais, parabéns pelo texto e a percepção.

Abs,

Postado por: Jose Telmo em janeiro 12, 2009 10:18 AM


Muito legal esse texto.

Para mim a Sony está cometendo um erro grave de Branding, ela está usando a marca Walkman para seus tocadores de mp3 e para a função de tocar mp3 nos seus celulares.

A comunição é muito bem feita bem moderno, mas o conceito "walkman" já está gravado em nossas mentes e é ultrapassado.

Postado por: Edson em janeiro 12, 2009 1:44 PM


uahsuahsuah
foda hein
E até explicar pra eles que ipod não é mp3...larga mão.

Postado por: Diego Marcell² em janeiro 12, 2009 2:19 PM


Boa sacada!
Não seria nenhum exagero dizer agora que, sinônimo de sabedoria é Fábio Seixas ;-)

E sem puxação de saco...

P.S. sem querer, você me deu uma idéia pro meu negócio! valeu!

Postado por: Neto em janeiro 12, 2009 4:11 PM


Fábio, o brasileiro "médio" nem chega a tentar pronunciar "player", eu já presenciei inúmeras situações em que o "mp3 player" virou simplesmente "mp3". O ipod é sim uma marca forte, mas acho que ainda não faz parte do hall das marcas mencionadas.

Postado por: Diego Sana em janeiro 14, 2009 8:06 AM


No meu caso, eu chamo de iPobre mesmo (quando não é o original).

Postado por: Marcos Lauro em janeiro 14, 2009 11:59 AM


Me lembrou o nome de um eletrônico muito comum, o "Aparelho de som".

E o que acha de "Reprodutor de arquivos digitais de áudio"...?

Postado por: Wolf em janeiro 15, 2009 7:40 AM


Engraçado que o Walkman foi por muito tempo lembrado como tocador de música portátil, como já foi dito acima. Mas ainda é um pouco de exagero falar isso, pois as outras marcas dominam o mercado de tal forma que muitas pessoas não lembram nem em qual categoria de produto elas enquadram-se. Ainda não está no nível de Gillete ou Bombril. Mas pode chegar lá, pois estas marcas um dia começaram assim.

Postado por: Thiago Rosa em janeiro 20, 2009 9:16 AM


Foi uma perspicaz observação.

É mais ou menos dizer algo como: meu pai não é homem e minha mãe é estéril. Só que a minha afirmativa, ao invés de virar um post, viraria facilmente uma tese de antropologia... rs

um abraço

Postado por: _Maga em janeiro 26, 2009 10:39 PM


Me lembrou o nome de um eletrônico muito comum, o "Aparelho de som".

E o que acha de "Reprodutor de arquivos digitais de áudio"...?

Postado por: Renting cars em novembro 15, 2010 6:15 AM


Comente

Aviso legal:
-Não publico comentários anônimos. "josé", "júnior", "maria" e qualquer nome que não informe claramente quem está fazendo o comentário será considerado anônimo. Seja homem (ou se preferir, tenha peito) e assuma sua posição;

-Se quiser que seu comentário seja publicado, informe claramente algum site que o identifique. Pode ser blog, Twitter, Orkut, Facebook ou qualquer perfil na internet e que, por sua vez, também não seja anônimo;

-Não publico comentários desrespeitosos, com palavras de baixo calão, preconceituosos ou que firam qualquer lei desse país;

-Não publico comentários que aparentam ser meras propagandas ou link building;

-Eu publico críticas, desde que respeitem as regras acima.




Lembrar?

(você pode utilizar algum HTML)


Please enter the security code you see here


   Powered by Movable Type