Fabio Seixas, versão txt

« Resultado parcial da campanha adSense Santa Catarina | Main | Homenagem para começar 2009 »

Zeitgeist
dezembro 29, 2008, 1:43 AM por Fabio Seixas

Tenha uma visão holística do mundo atual. E porque não uma visão das possibilidades do futuro. É saudável questionarmos o que nos é apresentado e sorrateiramente imposto em nosso dia-a-dia.

Zeitgeist, the movie

Zeitgeist: Addendum

Não se preocupe com o fato de que cada filme tem 2 horas. Você nem perceberá.




Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.



Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (26) | trackback (0)
Link para este post:


Trackback Pings

TrackBack URL para esse post:
http://www.fabioseixas.com.br/mt/mt-tb.cgi/525

Comentários

Zeitgeist fábio? sério, zeitgeist? Fiquei dececionado com você.. Mas porque eu respeito muito sua opinião, decidi de uma vez por todas ver o filme além dos primeiros 15 minutos e não só ver resumos e resenhas dele.

E reafirmo que é uma montagem carregada de emoções contendo informações interessantes mas editadas não para fazer as pessoas pensarem mas para faze-las concordarem com as teorias do autor.

A primeira parte por exemplo. Seria Um excelente documentário sobre a historia evolutiva dos mitos do cristianismo, se não fosse a constante edição em torná-lo uma teoria investigativa sobre a Igreja.

É, de certa forma tão ridículo apontar o cristianismo com uma "farsa" por se assemelhar a tradições mais antigas como seria apresentar o homo sapiens como um grande plágio do home erectus. Ou dizer que o cão é um plágio de seus antepassados mamíferos. Ou dizer que Star Wars não tem valor por que o mito de herói em ascenção do Luke é uma cópia de histórias medievais, epopéias gregas ou até histórias bíblicas. A cultura evolui, uma história tornando-se a outra.

Até a própria forma como ele fala de "mitos pagãos" leva ao erro: os egípcos não se consideravam "pagãos" e nem se colocavam no mesmo saco que os celtas - todas eram religiões pré-cristãs distintas que se consideravam únicas. Outro erro nisso é que de certa forma se pressupões que os mitos da astrologia são de alguma forma "mais corretos" que os dos outros. Todos os povos olharam para o mesmo céu, e chegaram a interpretações diferentes. O zodíaco tornou-se popular por seleção natural e se espalhou para muitas culturas: suas constelações são fáceis de lembrar e o número 12 tem várias utilidades práticas como ser divisível por 2, 3, 4 e 6.

O autor cria o que é chamado uma "falsa dicotomia": se o novo testamento não é 100% verdade literal e prosa original então só pode ser uma farsa completa.

Religiões, mitos, cultura e literatura evoluem como os animais, são reproduzidos, selecionados e os mais interessantes são passados para os seus descendentes. Entender isso é muito mais fascinante que ver uma conspiração pra criar uma religião.

E tudo se estraga ainda mais porque a parte 1 nada mais é do que uma entrada pra tornar tragável as teorias conspiratórias da parte 2 e 3. A nem vou começar a falar dela senão isso não pára...

Argh....

Postado por: alexandre van de sande em dezembro 29, 2008 10:18 AM


Van, não se preocupe em se decepcionar comigo, meu amigo. Também nem leve tão a sério um único autor.

Mas não se deixe cegar pela sua própria opinião. Sábios são aqueles que possuem a mente aberta, escutam várias opiniões e moldam suas próprias.

Negar qualquer opinião diferente de sua própria é negar a própria capacidade de se adaptar e evoluir.

Não se decepcione comigo. Sério. Nem eu nem você ganhamos algo com isso. Só perdemos. É preferível simplesmente pensar que em algum aspecto nós discordamos. E que assim seja. :)

Postado por: Fabio Seixas em dezembro 29, 2008 3:20 PM


haha, "decepcionar"talvez seja um verbo forte também. Não é como seu eu fosse te dar unfollow do twitter (coisa que aí sim seria praticamente tão grave quanto "Tô de mal").


No fundo eu já tinha ouvido tantas recomendações desse filme, que cada mais que eu assitia ou lia sobre ele menos eu gostava, que só queria um fórum pra dar minha opinião sobre ele.

Enfim: recomendo mil vezes gastar duas horas no ted talks ou speakers @ google do que num zeitgeist. A nao ser que voce queira muito falar mal dele pro fabio seixas.

Postado por: alexandre em dezembro 29, 2008 4:04 PM


Fábio,

Muitíssimo obrigado pela dica. Assisti o primeiro e estou ansioso para assistir ao segundo.

Só "gasta" duas horas assistindo esse (e qualquer outro) filme, quem o assiste mais interessado em reforçar sua visão de mundo do que em pô-la à prova.

É por isso que tem gente que continua conseguindo ver um 747 aqui: http://www.thepowerhour.com/images/pentagon_images/gallery/010914-F-8006R-002.jpg

Postado por: Renato Carvalho em dezembro 30, 2008 12:28 AM


Eu já tinha assistido a esse documentário. Muito bom saber que ele está se propagando. Em alguns momentos o autor "pega pesado", mas muitas críticas são verdadeiras como a economia. A crise atual é um exemplo de que a teoria do autor é verdadeira.

Entre no site do Venus Project e veja os artigos. As soluções que eles oferecem são muito boas e viáveis, o problema é que "as máfias", como as do petróleo e montadoras, não deixariam que elas fossem implantadas.

Postado por: Michel Filipe em janeiro 2, 2009 3:33 PM


Tenho dó do tal do Alexandre. É mais um que se acha mais inteligente que os demais e, como todos que se acham mais inteligentes que os demais, filtra idéias alheias com preconceito, apenas aceita o que bate com as bases de seu pensamento.

A primeira parte por exemplo, o autor faz uma teoria investigativa sobre a Igreja, como disse nosso amigo, para mostrar o poder e a influencia de dogmas e medo na vida das pessoas. Você pode acreditar ou não nas coisas ditas nessa parte, é indiferente, mas não pode relevar esse ponto de vista de controle de massa. Seja ele existente ou teórico, a primeira parte serviu para mostrar que é possível, cabe cada um refletir se esse tipo de manipulação é empregado ou não nas sociedades.

Ele acaba fazendo com o filme a mesma crítica que ele diz o filme fazer com a religião católica. Uma leve hipocrisia de usar criticar exatamente do mesma forma daquilo que ele critica.

O primeiro passo para ser uma pessoa inteligente, culta e com senso crítico é se achar um ignorante completo, não melhor que nenhuma outra pessoa e, desta forma, estar sempre tentando melhorar seus conhecimentos. Por exemplo, eu sou um ignorante completo, reparei que a forma que o nosso amigo Alexandre formatou seu comentario ajuda na dinâmica da leitura e copiei, obrigado.

Postado por: Eduardo em janeiro 26, 2009 9:40 AM


è o mesmo frenesi do livro o segredo de honda byrne,primeiro as "massas" sao todos nós logo td que surge no cenario cult-doc é pra gerar a massificação de reações, o filme nao reune nada que uma pessoa bem informada nao soubesse, as pessoas reagem como se o autor tivesse descobrido o planeta, essa teoria do "beco sem saida" é muito estranha, o documentario nao aponta nenhuma saida "lógica" apenas tentativas de fuga.

zeitgeist reune boas informações mas parece uma coletanea dauqles q saem colhendo td da internet e cria um doc ,qualquer um hj cria um doc, quem nunca teve votade de fazer um?

o doc ao inves de denunciar o parece estar fzendo na verdade só stá experimindo seu total reconheciemento aos governos de dominio, oque na pratica nao se prova nada

a ficção da sindrome de perseguição e conspiracionismo sempre tirou o sono dos pobres que nao tem nada a fazer ao invés de culpar os de cima.

nao desminto o doc, so acho q o ideal dele foi criar um frenesi, e cospiração se aprende na faculdade. foi otimo pra incultir o medo em nossas mentes adolescentes sempre sedentos pelo enigmatico.

a melhor saida para esse zeitgeist seria se candidatar a vereador e [entrar para a lite atraves da politica, não ha bem, não ha deus, nao ha ETS do bem, não ha nada a nao ser entregar o proprio corpo ao heroismo e dizer não ao nada.

qto mais pessoas no mundo mais lucro, mais consumo.

Postado por: aijalom em janeiro 30, 2009 2:11 PM


Zeitgeist

Realmente não há como negar que o poder de argumentação do criador de zeitgeist é fantástico.
O que ele disse no segundo filme já é de conhecimento de todos os que entendem um pouco de economia. A maneira como o dinheiro é criado e tudo o mais. Todos sabemos que o capitalismo não é um sistema perfeito, mas se prevaleceu é porque foi o melhor até agora.
Apesar de haver tanta concentração de renda, os de classe média, desfrutam uma qualidade de vida que somente os reis da antiguidade desfrutavam. E se atualmente 50% da população é miserável, séculos atrás era 80%, 90%. “Não é que as pessoas sejam más, é que fazendo o melhor que podem, o máximo que conseguiram é o que vemos aí fora” (Dr. Charuri).
O capitalismo é um sistema muito recente se compararmos com a história do mundo. E as mudanças tem sido absurdamente rápidas. A macroeconomia como existe hoje surgiu com as idéias de Keynes depois da crise de 29. Alguns já argumentam que depois desta crise atual muita coisa mudará. E eu concordo plenamente que a economia só existe porque os recursos são escassos.
Sempre há pessoas divulgando idéias e é provável que essas do zeitgeist influenciem muita gente. As idéias de Marx também influenciaram muitos e foi implantada, mas hoje, olhando para trás, sabemos que foi um fracasso. Alguns dizem que Marx compreendeu plenamente o capitalismo, mas pecou por não compreender a biologia humana, o que Adam Smith fez com extrema habilidade.
O autor não explicou que grande parte da tecnologia existente surgiu devido à guerra, inclusive a internet, pela qual ele divulga suas idéias. Sendo que se não houver mais conflitos e competição será que haverá incentivos suficientes para a criação de novas tecnologias? Um exemplo simples você vê dentro de sua classe. Quantos alunos estudam fora da época de prova? Entretanto todos se dedicam mais nessa época. Não haverá desenvolvimento de mais tecnologia se não houver pressão de algum modo (a não ser que os homens se tornem perfeitos).
Ele disse que não será necessário leis. As leis existem devido ao conflito de interesses. Mesmo dentro de casa, dois irmãos, criados sob a mesma cultura e mesmo ambiente, brigam. Quanto mais bilhões de pessoas em uma sociedade. E até mesmo a natureza é regida por leis. Não conhecemos a lei da gravidade, e todas as demais leis físicas, químicas e biológicas?
O problema não são as leis, mas são as leis criadas por homens imperfeitos, e que são desobedecidas, pois os homens são imperfeitos.
Apesar de concordar que existe no mundo recursos em abundância para a sobrevivência de toda a humanidade não podemos nos esquecer, de que como Einstein ensinou, tudo é relativo. Será que os recursos serão suficientes para satisfazer o ego dos seres humanos? Se houver alguém com um pouco a mais, não importa o quanto o homem já tenha, sempre haverá alguém enciumado, invejoso etc. (porque o homem não é perfeito).
Por isso não importa se o sistema seja comunista, capitalista, monárquico, ou mesmo projeto Vênus. Sempre haverá pessoas insatisfeitas (pois os homens não são perfeitos).
A única solução será fazer com que os homens sejam perfeitos, que a mudança ocorra no interior das pessoas. E é isso, que no fundo, eles estão pregando. No fundo eles estão querendo o que todos nós queremos e o que Cisto já ensinou há muito tempo.
Veja o que eles querem:
1 – Que as pessoas conheçam a verdade para se tornarem livres.
“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”
Quem ensinou isso?

2 – Que tenham mais amor pelos outros e não pelo poder e pela riqueza.
“Ama teu próximo como a ti mesmo”.
“Não busqueis riquezas, que a traça e a ferrugem consomem”.
Quem ensinou isso?

3 – Que as pessoas sejam unidas.
“Sejais, pois um, assim como eu e o Pai somos um”.
Quem ensinou isso?

4 – Que as pessoas mudem primeiro a si mesmos para depois mudar os outros.
“limpa primeiro o vaso interior”.
“Pois o espírito efetuou em nós uma vigorosa mudança de modo que não temos mais disposição para praticar o mal”.
Quem ensinou isso? E quem sentiu essa mudança?

E a lista pode continuar...

Resumindo, o mundo só será perfeito quando os homens forem perfeitos e praticarem o que ensinam. Quem melhor do Cristo para praticar o que ensinou?
Mesmo com todo o poder, se sujeitou aos seus acusadores e ainda disse: ”Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”. Jamais Cristo disse uma palavra rude e grossa, com a intenção de machucar alguém, seja quem fosse. Por isso suas idéias perpetuam, e Ele é o ser mais respeitado na Terra. Ao mesmo tempo que é o mais criticado. Mas quem O critica?

Agora vejamos como o filme foi feito:
Imagens fortes e explosivas. Sons graves e às vezes contrastando com música suave. Se perceber bem verá que há muito de técnica de hipnose, talvez porque queria fazer uma lavagem cerebral. As acusações são veementes e sérias. Usando muitas vezes de ironia e sarcasmo.

Sinceramente, depois de ver o filme qual é o sentimento que você tem? Paz? Tranqüilidade? Vontade de ajudar as pessoas? Ou ódio? Raiva pelos governantes e líderes? Desconfiança de tudo e todos?

Será que alguém que demonstra ter tanto ódio no coração realmente conseguirá criar um mundo com verdade, amor e união?
Leia as histórias de Cristo e procure identificar os sentimentos que lhe vem
Se você quiser saber se o zeitgeist trará maior benefício aos homens, ou se Cristo trará maior benefício aos homens, a resposta está dentro de você.
As religiões não são o problema. O problema são os fanáticos. Mas existem fanáticos no futebol, nos estilos musicais, em ideologias... Então iremos acabar com tudo isso? Se não houvessem fanáticos as religiões seriam apenas como associações de amigos. E a grande maioria dessas instituições não ensina os homens a serem fanáticos, mas porque eles o são?
Porque são imperfeitos.
E se homens imperfeitos, com ensinamentos bons fazem coisas erradas, o que fariam se não fossem ensinados?

Quanto ao mito de que Cristo existiu ou não, vamos aos fatos. É aceito pela grande maioria dos historiadores que Cristo viveu sobre a Terra. Realmente foi um homens que caminhou, ensinou e morreu. O que eles não afirmam é Sua divindade.
Porém não há como negar que a bíblia ficou na mão da Igreja Católica por 1500 anos, que esta é uma igreja Romana e os romanos eram pagãos, que ela praticou muita iniqüidade, como indulgências etc.
Com a reforma feita por Lutero a bíblia se tornou algo público e muitas igrejas surgiram. Mas o próprio Lutero não se considerou um profeta, e quase todas as igrejas reconhecem que foram criadas por homens (por isso são imperfeitas), com exceção de três.

E ainda que muitos governos tenham conspirado, muitas instituições religiosas tenham conspirado, muitos banqueiros tenham conspirado, quem conspirou contra milhões de pessoas em todo o mundo, que testificam que sentiram pelo poder do Espírito Santo que Cristo é o Filho de Deus?
Quem conspirou contra nós?
Apesar de estamos todos sujeitos ao mesmo governo, às mesmas leis e ao mesmo sistema monetário temos o conhecimento da verdade, que um dia nos libertará, mas não nesta vida. E assim poderemos habitar em um mundo perfeito (se antes nos esforçarmos para nos tornar perfeitos; um dia, no mundo vindouro conseguiremos), com leis perfeitas e com seres perfeitos.
Não pense que por Cristo não ter se mostrado a muitos, Ele não tenha Se mostrado a tantos outros. Todavia, ver não é o mais importante. Judas viu, Pilatos viu, tantos judeus viram, mas não sentiram. Por isso, sentir é o que importa.
Deus não Se mostra através de provas criadas pelo homem, mas através de provas criadas por Ele mesmo. A resposta está dentro de você.
se quiser saber mais, envie-me um e-mail, fs.costa@hotmail.com

Postado por: fscosta em fevereiro 14, 2009 5:56 PM


fscosta, leia "Deus, um delírio" de Richard Dawkins. Jesus foi um pessoa mitológica, como Zeus e Olimpo e Sócrates, pois não existem registros históricos de nenhum deles. Se existisse, ele também jamais teria pensado em criar uma nova religião, ele era JUDEU.

Postado por: christian em fevereiro 23, 2009 10:38 PM


Alexandre! Tuas arguições demonstram que, mais do nunca, são necessárias denúncias como a do ZEITGEIST!

Postado por: tillmann em fevereiro 25, 2009 6:04 PM


Aqueles que discordam de ZEITGEIST são os que perderam o senso crítico, o amor à verdade e à liberdade individual. São àqueles que se renderam incondicionalmente a um sistema que procura, sem medir as consequências, extrair até a última gota do que quer que possa ser transformado em lucro nesse planeta.Tais "pessoas" justificam todos os meios de exploração desde que estes tragam para suas vidas novas formas de conforto e diversão. Tais “modernidades” são avidamente perseguidas porque em seu contexto trazem uma bonificação extra que produz uma proteção indispensável para os dias conturbados que vivemos: a alienação. Ela permite que nos desviemos das responsabilidades sobre questões importantes que teríamos a obrigação de assumir individualmente. A alienação faz com que bilhões de pessoas devorem o planeta (respirando, comendo, excretando e ocupando espaço)para sustentar uma existência que, apesar dos disfarces, não passa de um mero exercício de futilidade (eu me incluo).
Lembrei de uma passagem no filme Blade Runner onde o replicante (interpretado por Rutger Hauer) compara, a raça humana aos vírus; e tal como eles, ela usa sua aptidão natural para, por onde quer que passe, produzir apenas morte e destruição. Também o chefe índio Seatle já antecipara o resultado do nosso modo "superior" de viver: ser afogado pelos nossos próprios dejetos.
Temos ainda outro inimigo poderoso:a mentira (bíblica) que nos autorizou a sujeitar a terra e tudo o que nela existe; quando deveria ser o contrário: NÓS É QUE DEVERÍAMOS ESTAR SUJEITOS À TERRA E A TUDO O QUE NELA EXISTE POIS É ELA QUE NOS SUSTENTA. Foi providencial a denuncia do ZEITGEIST sobre a pseudo santidade da bíblia e da autoridade espiritual das religiões. Os povos primitivos (os pagãos ignorantes) se submetiam a deuses que os conscientizavam da sua dependência das coisa que os cercavam. Já o Deus Cristão, por se considerar superior aos pagãos,transmitiu para seus adoradores a arrogância que o caracterizava. Tal deus autorizava sua "nação santa" e "sacerdócio real" a MATAR quaisquer que discordassem de suas leis. Foram tais ensinos "sagrados" que abriram precedentes para todo tipo de exploração injusta e dominação que perduram até nossos dias.
ZEITGEIST É UMA SALUTAR DEMONSTRAÇÃO DE CORAGEM E LUCIDEZ NUM MUNDO ONDE PREVALECEM OS HOMENS MOVIDOS PELA GANÂNCIA,COVARDIA INJUSTIÇA E CONIVÊNCIA. TAIS “ILUMINADOS” SE JULGAM NO DIREITO DE, SEMELHANTE AO SEU DEUS, SUJEITAR TUDO À SUA VONTADE!

Postado por: alberto em fevereiro 25, 2009 6:11 PM


christian: você seria uma vergonha para o seu nome, se estivéssemos falando de futebol ou qualquer outra coisa. Um cara que tem cristão no nome criticando os cristãos... deve ser muita falta de amor próprio.

Tenho navegado por muitos blogs, e pasmem! A maior parte parece ser ateu! Ou seria o próprio demônio utilizando-se dessa poderosa mídia anônima para se manifestar? huhuhuhahahaha.

Após assistirem a esse magnífico trabalho de não sei quem, sugiro a leitura da Bíblia, só para comparar. Leia pelo menos o Novo Testamento, se tiver preguiça de ler. Muita gente critica o cristianismo, sem ter analisado de perto nenhuma igreja (existem dezenas). E sem ter lido a Bíblia. Falam mal de princípios que só se aplicam a você se você for judeu e tiver vivido há mais de 2000 anos. A "regra é clara" para os cristãos, e por amor de Cristo, é bem diferente do que se aplicava para os judeus.

É muito mais fácil dizer que a igreja é corrupta, que os crentes são ignorantes, que é tudo mentira. Tudo porque viram na tv falarem mal de um padre ou de um pastor, tudo porque acham isso ou aquilo. Mas se é para julgar, façam um trabalho decente, analisem de perto, conheçam as "peças" e as "partes" do processo.

Tem muito blogueiro influenciando as "pobres almas" que buscam na internet por pornografia ou coisa pior... tenho visto por aí - não digo que seja o caso nesse site - a cada três páginas de pornografia uma com algum tema ateu.

Não vamos questionar a parte espiritual. O poder do Espírito Santo é real, só não vê quem nasceu cego, prefere ser cego e vai morrer cego. Milhões de pessoas não estão orando para as paredes, milagres reais não foram realizados pelo vento. Se você não quer acreditar, é direito seu, é livre arbítrio.

Vamos questionar o lado prático. Imagine agora os "milhões de ignorantes", "cuca fraca" que estão na igreja agora. Os milhares de pecadores (ex-ladrões, ex-estupradores, ex-alcoólatras, ex-qualquer-coisa-ruim), que estão agora arrependidos na igreja, constituindo família, com medo do inferno. Agora diga para esses "coitados" que é tudo mentira, que o zeitgeist é tudo o que ele pode ter de bom... Que maravilha seria o mundo, né?

É muito fácil dizer que os outros não tem senso crítico. Difícil é ter a capacidade de se dar ao trabalho de tentar entender como milhões de pessoas, muitas vezes colegas de trabalho, professores, pessoa instruídas e bem sucedidas podem acreditar em uma "mentira" por tanto tempo. É muito mais fácil que aceitar que não vê algo que outros podem ver, que não sente coisas que os outros sentem. Ninguém vai à igreja de graça por muito tempo. Lá tem algo que você um dia poderia ver e sentir se não tivesse medo e orgulho. Nada supera a prova testemunhal, é assim que a igreja cresce e se fortalece há centenas de anos. É ver para crer.

Richard Dawkins é só uma coletanea de preconceitos ateus. Nada de novo, já perdi meu tempo lendo isso.

Acredite, nobre amigo ateu: você tem alma, há um espírito que pode habitar em você. Você é muito diferente de um cachorro ou de uma vaca. Quando você morrer, haverá um paraíso que você não pode imaginar nem nos seus melhores delírios. Foi preparado por Deus. Ele quer tão pouco de você. Apenas que acredite e se arrependa das coisas podres que já fez. Ele só quer que você não caia mais, não se suje mais. Se você pensar bem, não é assim que seu pai age? Você nunca deixa de ser filho e amado, apesar de tudo o que sempre fez para decepcioná-lo.

Postado por: Carlos em março 1, 2009 12:03 AM


Galera, assisti os dois filmes fiquei chocado afinal invisto na bolsa, faço administração, enfim ....vcs estao discutindo uma questao que nao eh muito importante nos dois filmes...o cara nao tem autoridade pra falar de Deus...o cara nem fala sobre Pedro, não acho que Pedro seja um signo do Zodiaco...a questão é o planeta........The Revolution is now!!!!!!!Think about this....acho que o cara espos a religiao para abrir a cabeça das pessoas para as outras questões...vcs nao discutiram sobre a porra dos tiranos....so ficaram com papinho arrogante....

Postado por: RicardoGS em março 6, 2009 7:59 AM


ESTAS RECLAMAÇÕES, ALGUMAS ATE COM PASSAGENS BIBLICAS, SO MOSTRA Q:

A LAVAGEM CEREBRAL DE PAPI E MAMI DEU CERTO

SE ESPERNIAR EM CRITICA zeitgeist, É NEGAR A SI MESMO.


LEMBRA DE MATRIX? ELA TA AI NA SUA CASA...

VEJA DENOVO DESARMADO zeitgeist

E SAIO DESTA MATRIX

Postado por: RUSLAN QUEIROZ em março 8, 2009 11:56 AM


Eu fiquei impressionado, lendo os vários comentários, como a maior parte das pessoas estão despreparadas para entender/perceber a magnitude deste documentário, principalmente em suas partes 2 e 3.

Na minha opinião, o documentário é super-simples e direto. Na segunda parte (sobre o 11 de setembro) basta observar os depoimentos. São depoimentos de pessoas mais que qualificadas para fazê-lo (por exemplo, os comentários do engenheiro-chefe e do arquiteto - chefe que projetaram os dois prédios/torres, o zelador-chefe das torres, etc.).

Depois de ouvir o que eles dizem, temos que admitir que algo inimaginável (e terrificante) está por trás das notícias da mídia escrita e falada corriqueira, e realmente apenas ficarmos atentos.

Muita mudança necessária neste mundo pode acontecer, se o documentário chegar a ser visto por umas 100 milhões de cabeças razoável e verdadeiramente pensantes, no Mundo inteiro, principalmente nos países de Primeiro Mundo.

(E principalmente, principalmente mesmo, visto por cabeças pensantes dos Estados Unidos da América do Norte..........)

Postado por: João Carlos em março 29, 2009 1:24 PM


Eai galera meu nome é Silvio Bom é o seguite
o filme é impresionante, mas apresenta alguns erros de datação e tradução.
krshina nasceu 5.000 ac. ( no filme mostra 900 ac.) logo krshna nasceu antes de Horus(Horus é filho de Osiris e isis)existiram historicamente mas que esta repleta de lendas simbolicas.
HOrus não foi crucificado, a crucuficação foi criada pelos persa no século V ac. sendo que Horus nasceu 3.500 a.c(tradução distorcida)
outro erro krishna naum nasceu de uma virgem
sua mãe ja tinha 8 filhos.
Jesus não é um mito romano, pois no incio o cristianismo estava crecendo em roma e mai de 100 foram torturados por professarem sua fé.
depois que teve os concilios( de nicéia por exemplo), uma reunião ecumenica de todas as religiões da época , foi funda o cristianismo. Foi a partir dai que os evangelhos foram escolhidos e adulterados .
já foram encontrados mais de 80 evangelhos sobre a vida de jesus em varios lugares destintos.
outros historiadores judeus escreveram sobre ele.
Alem disso os judeus acreditam em jesus, não como messias, mas como profeta.

Postado por: Silvio Esteves em abril 25, 2009 11:44 PM


Continuo a dizer que a grande maioria das pessoas não captam as importantíssimas e principais mensagens que o filme transmite: os fabricantes (a origem é praticamente uma só) das guerras, da pobreza e da miséria, das grandes insanidades e dos grandes horrores que rolam (e rolaram) pelo Mundo........

Postado por: João Carlos em maio 6, 2009 10:43 AM


Se estudarmos a história, veremos que o que move o homem é a Pirâmide de Maslow. Necessiddes Básicas, de Segurança, Sociais, Estima e Realização Pessoal. Dessa forma, a menos que o homem abra mão dos três últimos níveis toda a teoria do filme vai por água abaixo. Convenhamos, isso é impossivel. Quem da minoria favorecida vai querer abrir mão do status que adquiriu? Ou pior, quem da massa de ignorantes e miseráveis vai querer se engajar num movimento de igualdade se não tem como avaliar o assunto e, pior, garantir a janta de amanhã, de forma pacífica? O filme é esclarecedor sobre os pontos econômicos e políticos que regem o mundo, mas completamente utópico nas soluções propostas. Até pq,como o filme mesmo mostra, CIA e as grandes corporações estão de olho e não vão deixar esse sistema cair,a menos que outro processo de manipulação já não esteja em curso, talvez até com a liberação deste documentário na grande rede.

Postado por: Matrix em maio 10, 2009 10:12 AM


Receita para ficar igual à alguns colegas acima:

1- Nunca saiba, só creia.

2- Admita que o trabalho é uma bênção e jamais aceite que quem trabalha não tem tempo de prosperar em todos os sentidos.

3- Case-se bem jovem sem ter uma casa, sem ter um salário e sem ter um estudo, assim será escravo de outrem e o enriquecerá. Jamais estude e considere o casamento como algo descartável.

4- Considere o "número" como expressão da sua força, assim tenha o máximo de filhos para que quando estejam adultos, te sustentem, ao invés de criar apenas um ou dois filhos de forma decente.

5- Priorize a aparência, assim coma mal para ficar magro, não gastar e ficar ainda mais burro por deficiência nutricional, isso sem falar na grande economia que lhe permitirá comprar um terno e um carro para se fantasiar de doutor e ser respeitado. Jamais priorize a sua alimentação, pois com ela sendo de primeira, você terá discernimento e nunca chegará a ser um estúpido ou imbecil típico.

6- Se afilie a alguma igreja onde as promessas de prosperidade, saúde e salvação no "post mortem" te garantam tais eventos pela fé. Pague o dízimo e dê graças a Deus. Jamais procure estudar as causas da desgraça humana em filosofias superiores como o Budismo, pois assim pode correr o risco de se iluminar e tornar-se um homem que contribua para o bem da humanidade.

7- A Partir daí, se torne um fanático de carteirinha, um tremendo hipócrita e mentiroso descarado, enganando-se a si mesmo e tentando denegrir a imagem das pessoas normais e inteligentes. Use a bíblia debaixo do braço para impressionar junto com o terno e o carro para que pensem que você é alguém invejável. Nunca seja sincero, pois se comceçar a se indagar demais verá que a mentira contida na bíblia é tão medíocre que só o pastor que te ensina pode nela crer para fins financeiros.

8- Nunca fique sem meter o pau em outras religiões e dizer que são obras de satanás, pois assim, algumas pessoas em dúvida e igualmente sem cérebro poderiam migrar para a sua igrejinha, fortalecendo-a e trazendo novos adeptos que te farão ser mais considerado dentro da hierarquia da irmandade e se tornar, de repente, um outro pastor. Nunca respeite as outras religiões, se assim o fizer estará contribuindo para uma humanidade melhor, coisa que não fará de você alguém mais elevado, já que não existirá mais gente imbecil do que você.

9- Carregue sempre uma palavra bem hipócrita como "Jesus te abençoe" para aqueles que você inveja e odeia para que os outros pensem que você é legal. Nunca se mostre por dentro, pois poderão te considerar como um honesto.

!0- Use sempre o nome de Deus em vão, jamais confie em você e nunca seja um homem honesto, pois só assim poderemos transformar todas as mentiras em verdade.

Francamente...

Postado por: Carlos Lemes em junho 22, 2009 11:34 PM


Nascendo onde nasceu, Jesus era JUDEU,lógico, christian. E daí? Que tipo de colocação é essa? anti-semita, racista ou somente uma OBSERVAÇÃO?

Postado por: Maria Koenigkan em julho 19, 2009 7:48 AM


como disseram acima,zeitgeist não é uma grande descoberta e tb não é a salvação.É com certeza um ótimo filme mas precisa ser filtrado e não podemos nos prender somente a ele.Não acredito na primeira parte e tenho meus argmentos.Tb acredito que a critica da primeira parte não é dirigida ao cristianismo,e sim as Igrejas que o pregam.Querendo ou não a religião é uma instituição social essencial,assim como a familia.Quanto ao resto do filme tenho que reconhecer que alem de interessante é um ponto de partida para reflexão pois é um tapa na cara de muitos.Qto as propostas e soluções, a principal delas é "A revolução começa dentro de cada um".Nós não precisamos querer mudar o mundo amanha,ascender as nossas mentes já é o suficiente.

Postado por: Felipe em agosto 10, 2009 10:13 PM


Como disse o amigo acima, o filme é um tapa da cara de muita gente. Principalmente a parte que fala sobre economia.

"O autor não explicou que grande parte da tecnologia existente surgiu devido à guerra, inclusive a internet, pela qual ele divulga suas idéias. Sendo que se não houver mais conflitos e competição será que haverá incentivos suficientes para a criação de novas tecnologias?"

Isso é absurdo. Quer dizer que teremos que passar por mais guerras e conflitos para evoluir tecnologicamente?

Quando criança , sempre me questionava como era feito o dinheiro. Não queira acreditar que era feito do nada, pois deveria ter uma boa razão para que houvesse pessoas passando fome e frio nas ruas, simplesmente por não ter dinheiro.

Eu me perguntava: "Ora , por que não imprimimos 10x mais notas e distribuimos entre essas pessoas ? Todos seriam felizes". Hoje sei que isso seria inviável, pois não haveria demanda e os preços iriam subir e disparar a inflação , causando uma boa crise.

Economicamente falando , isso é até uma boa justificativa. MAS É UMA IDIOTICE !

O mendigo é um ser humano e tem tanto direito de comer do que qualquer um ! Ele habita um planeta farto de comida , e DEVE não passar fome.

Nosso sistema é falho, as pessoas crescem aprendendo a ser egoístas. O trabalho suga nossas forças físicas e mentais. Trabalhamos para sobreviver e alimentar esse sistema bizarro.

É uma pena que a maioria dos comentários acima se prendam somente nas questões religiosas. Isso é tão superficial e limitante. Discutir se Jesus existiu ou não é irrelevante. Seria melhor pensarmos em como há pessoas passando fome, se dinheiro é feito do nada?

Postado por: Eduardo Vaz em agosto 11, 2009 5:58 PM


Bom, os comentários estão acirrados. Não acho que se pode levar o documentário ao pé da letra, assim como os evangelhos e as religiões, mas no mínimo está servindo para as pessoas saírem da inércia mental do dia a dia, e discutir sobre assuntos que talvez sem o filme não viriam à tona.
Pra mim serviu como alerta para pensar em todas essas questões.
Abraços

Postado por: Renato Candro em novembro 22, 2009 12:54 PM


Primeiro gostaria de parabenizar a iniciativa do blog em colocar o tema em discussão. Afinal, o primeiro objetivo do filme é justamente esse: parar pra pensarmos.
Discutir os temas abordados no filme é muito bom, algo que deve ser estimulado cada vez mais, para assim todos nós irmos juntos desenvolvendo as idéias apresentadas.
Percebi que neste fórum o tema mais debatido do filme foi o aspecto religioso, alías oque não é toa, pois esse tema é um dos mais polemicos da nossa sociedade.
Acredito que a intenção do autor era justamente este: fomentar a polemica, justamente pelo assunto mais polemico, e pra que assim seu vídeo fosse visto por um maior numero de gente. Estratégia muito inteligene.
Pessoalmente, não foquei muito no tema religioso. Se as crenças são verdadeiras ou não, ou se vamos para o céu ou para o inferno isso saberemos depois de morrermos. Portanto gastemos a nossa vida em prol das coisas que nos interessam aqui e agora. Não sou ateu, nem religioso convicto, apenas tenho dentro de mim alguns valores q acho importantes e procurto preserva-los.
Mas realmente, o que mais chama atenção no filme é a investigação que o autor faz sobre o sistema financeiro. É algo tao importante e tão presente na nossa vida, mas que NINGUÉM para pra pensar a respeito.
Achei o filme algo revolucionário, o 1984 da nossa era, tentando abrir nossa mente e nossos olhos peramente as diretrizes do mundo. Não há duvida que deve ser muito discutido e debatido.
A centelha da curiosidae foi acesa. cabe a nós não a deixarmos que se apague.

Postado por: Cristian em março 8, 2010 12:17 PM


Galera quem quiser se juntar ao movimento, o site nacional já está online, já estamos com o forum, existe atividades no brasil todo já, abraços e sejam bem vindos. Existe lugares para todos que queiram acordar e mudar essa sociedade doentia, esse amor ao dinheiro que corrompe e não faz dele um mundo melhor para todos. abraço.

Postado por: Demis em junho 12, 2010 11:57 PM


eu concordo


Postado por: Cabelo Salão em julho 13, 2011 10:40 AM


Comente

Aviso legal:
-Não publico comentários anônimos. "josé", "júnior", "maria" e qualquer nome que não informe claramente quem está fazendo o comentário será considerado anônimo. Seja homem (ou se preferir, tenha peito) e assuma sua posição;

-Se quiser que seu comentário seja publicado, informe claramente algum site que o identifique. Pode ser blog, Twitter, Orkut, Facebook ou qualquer perfil na internet e que, por sua vez, também não seja anônimo;

-Não publico comentários desrespeitosos, com palavras de baixo calão, preconceituosos ou que firam qualquer lei desse país;

-Não publico comentários que aparentam ser meras propagandas ou link building;

-Eu publico críticas, desde que respeitem as regras acima.




Lembrar?

(você pode utilizar algum HTML)


Please enter the security code you see here


   Powered by Movable Type