Fabio Seixas, versão txt

« Falando de Empresa 2.0 | Main | Concurso Oi São Paulo de Shapes e Camisetas »

Eu sou o que sou
setembro 19, 2008, 3:40 PM por Fabio Seixas

No início dos anos 90, eu acabara de entrar para a faculdade e trabalhava como programador no CPD de uma empresa de marketing. Nessa época, eu me iniciei como admirador da Microsoft e seus produtos. Não existiam produtos mais acessíveis à época. Nesse período, os Macs eram sinônimo de computador para Desktop Publishing (DTP). O pessoal do CPD costumava tirar sarro do pessoal do DTP por casa dos seus computadores bonitinhos mais ordinários. Ordinários porque eram apenas bonitinhos mesmo, principalmente em relação a interface, mas eram tecnicamente muito ruins. Os Macs da época rodavam em multitarefa cooperativa enquanto o Windows NT, e depois o Windows 95, já arrojavam com sua multitarefa preemptiva.

Para um bando de nerds era o suficiente para deixar o pessoal do Macs com cara de tacho.

Todo dia eu pegava meu Uno Mille não quitado e seguia para a faculdade. O carango ostentava um adesivo original do Windows que ganhei numa conferência da Microsoft da qual participei. Era tudo. Literalmente "tirava onda" (pelo menos eu achava que tirava).

A verdade é que naquela época eu tinha orgulho de ser usuário do Windows.

De lá pra cá, muita coisa aconteceu na indústria da tecnologia. A chegada avassaladora da Internet, a guerra dos browsers, processos anti-trust, demissões involuntárias de conselho, etc. E no meio disso tudo, aconteceram duas coisas: a primeira que o sentimento de orgulho foi tomado por um sentimento de obrigação. Primeiro eu comecei a achar que a Microsoft estava fazendo o que era sua obrigação perante nós usuários. Evolua os produtos, crie coisas novas. Era o mínimo que eu esperava. Ela poderia mudar o mundo (como mudou com a guerra dos browsers) e eu continuaria achando que era o mínimo a ser feito. Segundo, foi a ascensão grandiosa da Apple, principalmente depois que o Steve Jobs retornou para a empresa como o todo poderoso de Cupertino. A Apple, mais uma vez, revolucionou o mercado com seus produtos fantásticos. Começamos a ver que era cool ter um Mac, bem diferente daquela época onde tirávamos sarros dos Mac maníacos.

Obviamente, essa nova fase da Apple me atingiu de alguma forma. Na última vez que troquei de computador fiquei seriamente tentado de comprar um Mac. Tenho quase certeza que só não troquei por questões técnicas. Eu precisava rodar um software de desenvolvimento da Microsoft que não roda no OS X da Apple. Acabei optando pela dupla PC+Windows.

Atualmente eu me encontrava uma encruzilhada. Eu sou PC, mas poderia ser Mac. Ser Mac é bacana, é cool. Um dia serei um Mac.

Eis que a Microsoft lança a sua campanha "I'm a PC".

Essa campanha me atingiu como uma bomba. Eu assisti e no mesmo instante eu pensei comigo mesmo: "Ei, eu sou um PC! Eu não sou um Mac... Eu sou um PC! Yeah!". Eu provavelmente sou o estereótipo que a Microsoft está buscando. Usuários do Windows a anos que estão sendo atacados pela Apple com seus produtos maravilhosos e seu inacreditável evangelismo popular.

Eu não desgosto da Apple. Eu adoro a Apple. Sou fã do iPhone, dos iPods e do iTunes. Eu também sou fã dos computadores e do sistema operacional da Apple. Eu sou fã do Steve Jobs com empresário, como criativo e como líder. Mas eu também sou fã do Bill Gates e das grandiosidades que eles fez pela indústria da tecnologia. Sou fã do Windows principalmente pelas coisas maravilhosas que esse produto e outros da Microsoft trouxeram para a minha carreira. E hoje descobri que sou mais fã do Gates do que do Jobs em certos aspectos.

Enfim, meu orgulho de ser um PC voltou. E foi preciso apenas um comercial. Apenas 1 minuto.

I'm what I'm. I'm a PC.




Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.



Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (49) | trackback (0)
Link para este post:


Trackback Pings

TrackBack URL para esse post:
http://www.fabioseixas.com.br/mt/mt-tb.cgi/509

Comentários

Essa foi a análise sobre a nova campanha da Microsoft mais sincera e realista que eu li até agora. Gostei.

Só acrescentaria uma relexão a mais: Se isso tudo foi reconquistado em apenas 1 minuto, porque não foi reconquistado antes? Será que isso é uma coisa que só depende da empresa mesmo?

Pelo menos a gente tem que reconhecer na Apple: Se deixar, a empresa anda sozinha só pelos fãs mesmo...

Postado por: Micael em setembro 19, 2008 3:49 PM


Creio que a campanha atingiu em cheio a galera que estava em cima do muro.

Por que mudar quando você já está satisfeito onde está e a nova opção não lhe traz nenhum benefício grande o bastante pra te convencer da mudança?

Faço minha as palavras da Bia Granja:
http://mypix.terra.com.br/NovoProjeto/revistaEditorial_23.php

Antes de sermos uma coisa ou outra, SEMPRE ponderamos pelo melhor custo/benefício em tudo que fazemos ou usamos.

Não adianta ser bacana, cool e ter um design "out of this world" quando lutamos contra um consumidor satisfeito com o produto que utiliza atualmente.

Palavra de quem acaba de comprar um MacBook e já o está vendendo por insatisfação com o produto.

Postado por: Rodrigo Prior em setembro 19, 2008 4:01 PM


Micael, eu acho que sim. Acho que só depende das empresas.

Postado por: Fabio Seixas em setembro 19, 2008 4:02 PM


E eu sou um "indeciso". Uso PC no trabalho, o dia todo. Mas tenho um Macbook, que ganhei de presente. Alguns seriados que baixo, só posso assistir no PC. Mas 'gosto' mais do Mac, embora o PC tenha muitas coisas boas também.

Enfim, sou um indeciso!
Prefiro pensar que não tenho lado, ou rótulos... ehehe.

Postado por: Gabriel em setembro 19, 2008 4:12 PM


Acredito que a famosa "briga" entre Apple vs. Windows não tem grande importância para o Jobs e para o Gates (respectivos idealizadores). Se vivemos essa era tecnológica incrível devemos aos dois (e às suas contribuições).

E esse lance de buscar sempre o melhor visual/processamento/design/etcs., ou seja, optar por um produto só porque este segue "a tendência" não deveria ser o fator principal na escolha do sistema A ou B. Afinal temos inúmeros produtos a nossa disposição pra isso: satisfazer da melhor maneira a relação custo-benefício.

Postado por: Rafael Jackson da Roza em setembro 19, 2008 4:22 PM


Fala Fábio!
Perfeito. Eu que trabalho com os dois, mas me divirto so com um, sempre fico em cima do muro quando rola essas discussoes, porque acho sem fundamento. Mac tem esse glamour, mas eu sei que é maquiagem, nao tem nada demais, nao é 'melhor', só tem um design mais manerinho e tal.
Mas entra o custo/beneficio que falaram. Pelo preco do Mac pro, comprei um Vaio com gravador de Blu-Ray, tudo do melhor, roda ate os ultimos games, etc etc.. e o vista NUNCA deu algum pau. E o design é perfeito, discreto, etc etc.
Uso os mac no trabalho, lindos, mas chega uma hora que eu quero me divertir! ;-)
Ser 'cool', independente da maquina - acho que é isso que o anuncio novo passou. As pessoas, por mais que estivessem sendo pagas, estavam encenando casos reais, onde usam PC/vista e sao 'cool' pelo o que fazem, nao pelo o que usam ou vestem... ops peguei no calo. vou ficar por aqui ehehehe

Postado por: Gilberto Prujansky em setembro 19, 2008 4:27 PM


legal, muito legal. Sou PC também e troquei de computador a pouco tempo e estava com dois corações e fiquei com PC novamente.

Mas fico pensando... A resposta demorou a ser dada. Deixou uma brecha para apple cair em cima com otempo de resposta... hahhaha

Postado por: Marcio eugenio em setembro 19, 2008 4:33 PM


O twitter nos mostrou muito bem que hoje o mais importante é o que as pessoas são e o que elas têm a dizer, e não o que elas aparentam. Quem interage e tem mais coisas pertinentes a dizer, é mais relevante, e enfim, é seguido por muitos.

Poucas marcas acordaram para isso hoje! Não adianta ser bonitinha e certinha, ou ter fotos perfeitas de seus produtos que não correspondam a realidade. O que importa é que as marcas têm a dizer de relevante.

Ningúem diz eu "sou" GM ou Ford, dizem eu "tenho" um Ford ou GM. Talvez até aparecer uma marca que faça veículos ecologicamente corretos, com um discurso pertinente, que certamente vai atrair seguidores.

A Apple fez isso, ela têm seguidores que são inovadores,adoroam design, enfim, que são como a Apple.

Nem todas as pessoas são Apple,mesmo gostando de inovação e design, mas até agora as outras marcas não foram sufucientemente relevantes e verdadeiras a ponto de atrair as pessoas que ainda não "são" nunhuma marca pois ainda não há nada para eles. A Microsoft esta tentando fazer isso e vai arrebatar muitos seguidores!

As marcas estão entrando em um terreno pertencentes até agora ao futebol, política e religião.

Cada um é o que é, como você disse, e só é preciso haver respeito e entendimento.

Postado por: Tiago Cabola em setembro 19, 2008 4:34 PM


Excelente texto caro Fabio. Muito boa esta sua análise.

Mas pra mim quem escolhe Mac é muito mais por uma questão de ser associado a uma "tribo cool" do que qualquer outra coisa.

Minha escolha por Pcs já fiz a tempos, pois sou entusiasta de Hardwares e Overclocks, então para mim o Mac não faz o menor sentido.

Grande Abraço!

Postado por: Darcio Martins em setembro 19, 2008 4:37 PM


Postado por: Rodrigo em setembro 19, 2008 4:44 PM


Fala Fábio!
Perfeito. Eu que trabalho com os dois, mas me divirto so com um, sempre fico em cima do muro quando rola essas discussoes, porque acho sem fundamento. Mac tem esse glamour, mas eu sei que é maquiagem, nao tem nada demais, nao é 'melhor', só tem um design mais manerinho e tal.
Mas entra o custo/beneficio que falaram. Pelo preco do Mac pro, comprei um Vaio com gravador de Blu-Ray, tudo do melhor, roda ate os ultimos games, etc etc.. e o vista NUNCA deu algum pau. E o design é perfeito, discreto, etc etc.
Uso os mac no trabalho, lindos, mas chega uma hora que eu quero me divertir! ;-)
Ser 'cool', independente da maquina - acho que é isso que o anuncio novo passou. As pessoas, por mais que estivessem sendo pagas, estavam encenando casos reais, onde usam PC/vista e sao 'cool' pelo o que fazem, nao pelo o que usam ou vestem... ops peguei no calo. vou ficar por aqui ehehehe

Postado por: Gilberto Prujansky em setembro 19, 2008 4:54 PM


I'm a Mac. E eu não sou mac pq eu queria participar da seita popular. Eu ESCOLHI o Mac porque ele me oferece coisas que o PC e o Windows não oferece. Muito mais coisas. Detalhes que fazem muito a diferença pra quem trabalha diariamente 10, 14 horas por dia no computador.

Eu acho que o Mac leva em consideração o desempenho de uso enquanto o Windows, dá pau as vezes só de abrir o Explorer. Fala sério.. em 1 ano, meu mac só travou 2 vezes.. e uma delas foi quando quando abri o Windows emulado. Agora tanta manter esse nível com o Windows.

O que estou querendo dizer é a minha visão é de que a Apple se preocupa com o usuário por trás dos produtos. Já não vejo isso no windows. Eles querem mais "revolucionar" e acabam se matando sozinhos.

Bom.. chega por enquanto!
Excelente texto Fabio!

Postado por: Everson J. Pereira em setembro 19, 2008 4:58 PM


Cara, concordo plenamente com vc.
Os PC users estavam precisando de um gás, um apoio moral. Eles estavam meio com vergonha de usar pcs pelo quão cool é um mac.

Bacana demais a campanha. Se a Microsoft conseguir traduzir este espírito em seus produtos, pode ser um sinal de que teremos uma empresa nova.

Agora, os fanboys da apple estão inconsoláveis, criticando por criticar!

Postado por: Diego Gomes em setembro 19, 2008 5:06 PM


Concordo com o Micael acima sobre seu texto. Perfeito! Parabéns pela simplicidade das palavras.

Só tenho uma coisa a dizer: Adoro o Mac. Adoro o Windows. Mas, AMO o software livre e o Ubuntu.

Fazer o quê, né? Questão de gosto.

Minha única dúvida atual é sobre os navegadores;
Chrome ou Firefox?

Postado por: Neto em setembro 19, 2008 5:54 PM


I'M A PC!

É engraçado as pessoas reclamando do Windows quando a maioria delas usa uma versão pirata ou qualquer coisa assim. E adoram pagar 10x mais num produto que oferece mais beleza do que variedade. Compra o Windows e usa o suporte uai!

Pretendo comprar uma licença original com o lançamento do Windows 7, mas por enquanto e por mais problemas que eu tenha (eu sou cuidadoso e não tenho tantos problemas assim não), quem sou eu pra reclamar?

O OS X é baseado no Unix, ou seja, além da perfumaria, não existe taaaaaanta diferença assim usar OS X ou Fedora/Ubuntu/Whatever, a não ser a boa integração do hardware, que é o ponto forte da Apple... Mas é claro, isso te prende numa cadeia também. Vai de você saber o que você quer e precisa.

Eu gosto da minha liberdade! :) I'M A PC!!!

Postado por: Éber Freitas Dias em setembro 19, 2008 6:16 PM


Incrível post! Acho que não só foi uma análise clara, realista e sincera do que é a campanha como também é uma boa percepção de mundo e de comportamente humano.
Acho que, somado a vários dos comentários, sobra pouco para dizer, porque minhas opiniões já estão todas por aqui.

Agora, uma coisa a quem fala mal do Windows dizendo que ele "trava" o tempo todo... Isso é desculpa de quem usa PIRATA! Pq nunca tive nenhum problema desde que passei a usar o original...

Postado por: Caco em setembro 19, 2008 8:16 PM


guerra santa a caminho.

Postado por: Leonardo Faria em setembro 20, 2008 12:20 PM


Fábio blz? Vale dizer também que não é uma boa idéia acordar o gigante adormecido que é a Microsoft - Basta recordar da briga de browsers (Netscape X Explorer), os caras da Netscape eram os “cool” da história e provocaram a onça com vara curta e se deram muito mal!

Mas vamos esperar pra ver…

Postado por: Lucas Santos em setembro 20, 2008 2:33 PM


"Roger that Houston. I'm a PC" :-)

Quando essa campanha começar a ser veiculada com legendas em português é que vamos ver o enorme impacto que vai ter no público médio brasileiro.

De fato, todos que estão em cima do muro vão descer. Para o lado do PC (que ainda tem a vantagem de ser mais barato).

Postado por: Fábio Buchecha em setembro 21, 2008 12:09 AM


olha, esse post me fez pensar de maneira diferente.
sempre usei Windows desde que trabalho com computador, me acostumei e hoje ele atende super bem as minhas necessidades.
já a Apple, que sempre admirei pelo seu caráter inovador, seu design e sua elegância, nunca entrou na minha casa porque junto com todas suas "qualidades" tem também o custo alto.
mas a Microsoft, por mais q nos faça não ter mais vergonha em ser um PC, precisa melhorar muito ainda. bom, pelo menos ela começou esse processo de alguma forma

Postado por: afonso em setembro 21, 2008 12:21 AM


Excelente teu texto sobre ser um PC.
Por acaso, I'm a Mac e adoro a plataforma, mas tenho visto vários amigos, amigos dos amigos, colegas de trabalho, etc, mudando de PC para Mac e depois ficando com cara de tacho, percebendo que aquilo não era o que eles esperavam.
Simplesmente comprar um Mac não é a resposta para todos os problemas do PC.

Postado por: Marcos Makiyama em setembro 21, 2008 1:06 AM


Só posso dizer que eu também sou um PC!
E me orgulho disso.

Postado por: Eduardo Sales Filho em setembro 21, 2008 3:23 AM


vim pelo twitter do cardoso, só pra ver você sair do armário! ;-D
quando eu aprendi o DOS eu me achava um gênio da computação. gostei desde o início. ahahahah
até hoje eu fiquei em cima do muro. nunca fui mac (I am not THAT cool), nunca fui pingüin por mais que adore a filosofia. eu sou um pc até o momento. um pc windows pirata assumido, até reportei que uso software pirata. mas um pc windows. não há como negar. eu sou o que sou.
(mas não sou geek)
:-D
gostei do texto
tks
bj
Rossana

Postado por: Rossana Giansante em setembro 21, 2008 8:11 AM


Também sou um PC user, inveterado. Gosto de Windows, já usei a valer OpenSource (Debian, Slackware e FreeBSD) e acho o sistema e o hardware do MAC muito bacana, mas não tanto.

E mesmo se adquirisse um MAC hoje (nunca tive condições financeiras e como a maioria postou aí, opto pelo melhor custo x benefício), mesmo assim continuaria a usar Windows.

Não precisei da propaganda pra me tocar desse fato, de que eu sou um PC user. Mas ela reforça os conceitos bacanas da Microsoft, que é líder de mercado, não se esqueçam disso.

Eu vejo os fanáticos por Mac detonar quem usa PC frequentemente. Mas não vejo os que usam Windows preocupados com isso. Até o pessoal do software livre reconhece a importância da Microsoft para o mercado da computação pessoal. Bobeira essa competição.

I'm a PC too!
;-)

Postado por: Fábio Silva em setembro 21, 2008 11:28 AM


Cara, bacana teu texto. Bacana tu assumir isso.

Uma vez winchesterzista, sempre será.

Mas os Macs sempre foram melhores...é vero.

Mas enfim, há lugar pra todo mundo.

O sol nasceu pra todos. A sombra é que é pra pouca gente (da Apple?).

Abs!

Postado por: enio em setembro 21, 2008 2:35 PM


O que o texto do fábio tem de bom os comentários têm de ruim. Pessoas vocês estão falando muita bobagem sobre mac. Esuqueçam a beleza dos mac e avaliem suas funcionalidades, garanto que a maioria vai ver que pode ser mais produtivo com um mac,não todos,claro.
Entrem nas lojas e vejam os preços,comparem um mac com um pc de mesma configuração.
Vocês já se perguntaram quanto tempo a humanidade já gastou falando e sofrendos com os virus e os trojans do mundo microsoft? Quantos jornais,revistas,blogs,programas de radio e tv já foram feitos para falar de virus e trojans do mundo windows? Quantas pessoas já tiveram suas senhas bancárias roubadas em windows... Enfim, claro que mac não é perfeito e jamais será...mas pensem melhor e LEIAM mais... Um mac parece um brinquedo mas é uma excelente ferramenta de trabalho.

Postado por: Leonardo Marques em setembro 21, 2008 3:16 PM


"inacreditável evangelismo popular" :)

Postado por: Fabio Seixas em setembro 21, 2008 4:05 PM


Toda essa discussão do que é melhor e eu me pergunto para quê? Nós temos várias opções: Windows(XP, Vista, etc), Mac OS X, GNU/Linux, FreeBSD... Essa história de "I'm a PC" ou "I'm a Mac" ou seja lá o que for realmente importa?? Fui usuário de Windows durante vários anos e nunca tive senhas roubadas e olha que faz anos que uso Internet Banking, nunca um vírus infectou minha máquina e o Windows travava muito pouco, na verdade os problemas que tive com meu PC antigo foram as condições do ambiente que o meu PC se encontrava. Hoje uso Ubuntu no trabalho e Mac OS em casa, aí eu pergunto o que te faz comprar um PC com Windows/Linux ou um Mac com OS X? Eu diria... Oras, vários fatores podem influenciar na escolha, preço, design, costume, etc.Simplesmente escolha o que lhe agrada e vá em frente, agora se você desenvolve soluções claro e evidente que você precisa levar tudo isso em consideração... A maioria das agências e profissionais que desenvolvem para Web estão cansados do Internet Explore 6 e seus incontáveis problemas, mas só por isso vão ignorá-los quando a maioria dos seus clientes ainda usam esse navegador?Recentemente vi uma discussão de qual era o melhor editor para desenvolvimento e várias respostas vieram à tona, mas no final da conta o que vale realmente é em qual você se sente mais confortável, pois dessa forma você será bem mais produtivo, atualmente uso Textmate e sinceramente estou bastante satisfeito. Portanto da próxima vez ao invés de dizer "I'm a PC" ou "I'm a Mac" simplesmente diga "I'm happy with my choice" =D

Postado por: Juarez P. A. Filho em setembro 21, 2008 6:46 PM


Eu tenho um PC, mas uso linux. E ai?

Postado por: Rafael em setembro 21, 2008 11:43 PM


Ótimo texto Fábio.

Eu também sou PC.

Parece que os concorrentes andam ajudando muito a Microsoft né?

Postado por: Luis em setembro 22, 2008 8:45 AM


Tirando a parte "técnica" da briga entre Mac e PC, a minha mãe -- que costumava programar o CP 500 lá de casa comprando revista de programação na banca de jornal todo mês -- tem certeza de que o Bill Gates é o cara. Ou seja, herdei esse "amor platônico". Beijos

Postado por: Thiane em setembro 22, 2008 6:59 PM


Concordo com o Leonardo Faria: Jihad a caminho...

PS - I'm an agnostic... ja rodei de tudo que consegui instalar

Postado por: Andre Passamani em setembro 22, 2008 11:32 PM


Hey Fábio,

Belo post cara. Bom, eu sou suspeito pra falar porque curto Linux. Mas convenhamos, é NECESSÁRIO admitir tudo que a Microsoft fez pelo mercado. Pela tecnologia, por tudo...

Não gosto da Microsoft. Amo a Apple e uso Linux. Minha vida é assim. No entanto, tenho que admitir, o comercial da Microsoft pegou muita gente desprevenida.

Abraços e sucesso!
Monthiel

Postado por: Monthiel em setembro 23, 2008 9:52 AM


Sou Microsoft Fanboy de carterinha também e achei muito sacada o comercial deles, ainda mais pelo slogan no final "Windows - life without walls".

Mas sendo MAC ou PC, ainda existe uma questão que não foi respondida: "WILL IT BLEND?"

Postado por: TioSolid em setembro 23, 2008 11:40 AM


Exitem motivos técnicos pra eu dizer: O Windows *não* é um bom sistema operacional. É lento, mal-acabado, pouco seguro, desperdiça recursos de hardware, trava SOZINHO, entre outros defeitos que posso listar sem preconceitos. Faço essa análise com base nos Windows 95, 98, ME e XP, o Vista eu não conheço a fundo, mas também não confio nele :)

O Mac OS X é bem feito, principalmente por ser construído sobre um Unix, que é seguro e bem-feito desde os anos 70. É uma questão técnica. Além disso tem a Interface com o usuário, que é muito mais bem-feita também (mais bonitinho, como você mesmo disse), simplesmente funciona, de maneira fluida. O Linux é bem feito, por ser construído também imitando um Unix. O BSD também, e assim por diante.

O Unix tem um núcleo mais seguro e estável que o Windows. E isso não tem NADA a ver com um ser mais "atacado" que o outro. Se o Unix fosse 100 vezes mais atacado que o Windows, ainda assim teria menos buracos.

Li o post todo, li os primeiros comentários e espero não estar repetindo o que já foi dito.

Postado por: Marco Gomes em setembro 23, 2008 7:23 PM


Mestre Marco,

nada disso importa se você não olhar a relação custo x benefício.

Mas, sem resistir de comentar suas colocações, o Windows trava sozinho por questões de hardware (qualidade de hardware). Meu Sony Vaio rodando Vista NUNCA (eu disse NUNCA) travou. E custou menos que um Mac.

Sobre interface, fácil e fluida é aquela que o usuário conhece melhor. Eu tenho mais fluidez no Vista do que no OS X simplesmente porque eu estou mais acostumado com o Vista, assim como você está acostumado com OS X.

Sobre a segurança do núcleo e ele ser ou não bem feito, bem, eu não defendo o Windows 95/98, mas defendo o Windows NT e "herdeiros" como o XP e o Vista. Ao meu ver, o núcleo do NT é tão bom quanto de um Unix.

Agora, fica a pergunta, teria a Apple o mérito pela dita robustez e segurança do núcleo do seu OS se este foi baseado no Unix e criado por uma comunidade? Teria a Microsoft mais mérito por ter feito o núcleo do NT (XP e Vista) do zero?

Mas no fim, nada disso importa. Tem gente que consegue faturar 1 milhão usando Mac. Tem gente que consegue faturar 1 milhão usando Linux. Tem gente que consegue faturar 1 milhão usando Windows. E tem gente que não consegue faturar nem mil com qualquer SO.

Ou seja, devemos optar pela plataforma onde produzimos melhor. E ponto.

:)

Postado por: Fabio Seixas em setembro 23, 2008 11:27 PM


Não sei tanto sobre computadores como vocês, mas achei muito maneiro seu texto Fábio e até tirou minha vontade de ter um Mac um dia...
No meu aniversário do ano passado ganhei um notebook do meu pai e ele veio com o Windows Vista. TODO mundo começou a falar comigo que o Vista era uma merda, que travava tudo, mas, fui deixando pra lá, deixando pra lá e tô com ele até hoje e muito satisfeita por sinal.

Postado por: Gersica em setembro 24, 2008 9:00 PM


Por que "todo" que trabalha com tecnologia que prefere o Uno Mille? rs rs :D

Eu nunca fui usuário Mac, e acho que também sou PC. Sempre fui usuário Windows e nunca tive experiência com Mac. Tenho amigos, que se achavam PC e depois que compraram o primeiro Mac, se tornaram cool.

Eu queria ser PC e Mac, quem sabe um dia.

Abraços Seixas

Postado por: Tiago Celestino em setembro 26, 2008 9:14 AM


Alerto que a história da internet e da tecnologia computacional de maneira geral nos mostrou até agora que a Gigante do Tio Bill é a acustumada a chegar tarde ao almoço mas é sempre a última a permanecer na mesa comendo!

I'm what I'm. I'm a "iPC"

Valeu Seixas

Postado por: Felipe Souza em setembro 27, 2008 12:01 AM


I know i'm late but...
Acho que essa foi a "discussão" Mac x PC mais saudável que eu já vi. Talvez seja porque esse é um território neutro e sem nenhuma bandeira, e os comentários (o que vejo pouco) enriqueceram ainda mais o post!

É como disseram acima, as marcas já estão no nível de futebol e religião, chega de briguinhas de eu sou o melhor! Cada um escolhe o tênis do tamanho do seu pé, se ficou bem em você então use-o!

Postado por: geison89 em setembro 27, 2008 2:13 AM


mto bom o blog!

Postado por: Marcos Castro em setembro 28, 2008 4:54 PM


Ser um mac ou ser um PC. Só descobri depois de comprar meu mac (depois de ter vários pc's). Sim, sou um mac, e não quero deixar de ser.

Postado por: Pedro Ferreira em setembro 28, 2008 9:48 PM


Falou tudo. Eu sou PC!!!!!!

Postado por: Wallace Souza em setembro 29, 2008 8:16 PM


Gostei muito do texto. E como o Rafael e o Neto em algum lugar aí em cima, "I'm a PC" mas uso Linux.
Parabéns pelo blog.

Postado por: Kellsens Willamos em outubro 1, 2008 9:44 AM


Muito boa análise! Tenho muitos amigos que trabalham com TI também e os caras são "I'm a PC w/ WINDOWS XP" com orgulho!

Eu admiro muito a MS em muitas coisas. E sobre os processos anti-trust, tenho certeza que qualquer empresa na posição dela faria o mesmo.

Postado por: Alex Frachetta em outubro 5, 2008 11:16 AM


Tão bom saber que não estou sozinho...

São vários os blogs que já falaram dessa "briga" entre Mac e PC. Tanto antes quanto depois do conceito "I´m a PC". E eu sempre defendi o PC. Eu gosto do PC e do Windows.

Cara, eu não gosto da interface do Mac, não gosto dos produtos da Apple (prefiro um N95 ou N82 à um iPhone, por exemplo), mas adoro a comunicação da Apple. Realmente, sou apaixonado por tudo da comunicação Apple, principalmente o material do Think Different.

O que acaba acontecendo, é que os usuários Mac são meio fanáticos. E eles é que se incomodam de alguém gostar de PC. Mas a psicologia explica! hehe

Postado por: Lucas Pereira em outubro 10, 2008 9:36 AM


cara, não há nada mais 1.0 que o google. como afirmar que se vc não está no google vc não existe?

Postado por: norton lima jr em outubro 22, 2008 11:56 AM


o que eu sei é: se nao fosse pela Microsoft nao existiria aquilo que é minha paixao e carreira, a internet popular, que so ganhou escala e alcance porque havia centenas de milhoes de computadores acessiveis e baratos de inumeros fabricantes.

se dependesse da apple computacao e internet seriam privilegios de meia-duzia de iluminados, e nao haveria revolucao alguma.

e sim, depois de 12 anos de carreira em web, trabalho hoje na Microsoft faz um ano e pouco. estou feliz de estar ao lado de inovacoes que vao mudar a vida de bilhoes de pessoas.

Postado por: rene em dezembro 16, 2008 12:03 PM


O negócio é o seguinte...

Sou um mac user a alguns meses... concordo com o Marco Gomes no que diz respeito à estabilidade do meu macbook... e acredito no que o Fábio colocou, que seu Windows Vista nunca travou... isso seria o básico não?

Uma coisa que sempre batem é o custo x benefício ... se pegar a config. do meu macbook e pegar um equivalente (mesma config.) para um notebook "comum", o preço do notebook seria quase o dobro do que o que paguei no meu macbook... isso comparando aqui no Brasil, pois comprei o meu aqui mesmo... outra grande vantagem que vejo ao investir em um note da maçã é a questão da agilidade e não precisar se preocupar com instalação de recursos que o próprio já vem... exemplos? Leitor de PDF... Driver de impressora... Apache (útil demais pra qm desenvolve)... Spaces (múltiplos desktops) entre outros...

Não estou aqui querendo defender a Apple nem nada... só queria deixar claro esse lance do mito custo x benefício ...

Postado por: Joares Miranda em dezembro 16, 2008 1:09 PM


Comente

Aviso legal:
-Não publico comentários anônimos. "josé", "júnior", "maria" e qualquer nome que não informe claramente quem está fazendo o comentário será considerado anônimo. Seja homem (ou se preferir, tenha peito) e assuma sua posição;

-Se quiser que seu comentário seja publicado, informe claramente algum site que o identifique. Pode ser blog, Twitter, Orkut, Facebook ou qualquer perfil na internet e que, por sua vez, também não seja anônimo;

-Não publico comentários desrespeitosos, com palavras de baixo calão, preconceituosos ou que firam qualquer lei desse país;

-Não publico comentários que aparentam ser meras propagandas ou link building;

-Eu publico críticas, desde que respeitem as regras acima.




Lembrar?

(você pode utilizar algum HTML)


Please enter the security code you see here


   Powered by Movable Type