Fabio Seixas, versão txt

« Web semântica e compreensiva | Main | Bola de cristal »

% de usuários que participam e geram conteúdo
abril 4, 2007, 7:18 PM por Fabio Seixas

O Gilberto Jr do Prática levantou a bola e eu vou dar minha contribuição. Ele questiona sobre o recente estudo do Guardian que mostra que apenas 1% dos usuários geram conteúdos dos sites colaborativos.

Palavras do Gilberto:

O Outrolado, por exemplo, tem 300 usuários cadastrados (em aproximadamente um mês de vida). Se somente 1% criassem conteúdo, teríamos três pessoas enviando matérias. No entanto nós temos mais 230 artigos e 100 links enviados, ou seja, quantidade de participações (criação de conteúdo) em um mês foi maior que a quantidade de usuários cadastrados. Não tenho dados concretos, mas pelo que acompanho, tenho certeza que a porcentagem de usuários que criam conteúdo é bem maior que 1%.

Creio que o universo de usuários deva ser considerado de outra forma. No caso do OutroLado, os usuários não são apenas os usuários cadastrados já que o site presta um grande serviço para os usuários não cadastrados e não obriga ninguém a se cadastrar para ler um artigo. São também todos os outros visitantes que chegam ao site e apenas lêem algum artigo sem serem cadastrados.

O estudo fala sobre sites como YouTube e Wikipedia. Aparentemente apenas 1% dos usuários efetivamente criam o conteúdo destes sites. Acho que isso depende muito do tipo de site e principalmente do esforço para a criação do conteúdo.

No caso do YouTube, a funcionalidade de disponibilziar os vídeos em páginas de terceiros como blogs, faz com que a quantidade de usuários visitantes espectadores seja muito grande, o que torna o % relativo entre os criadores e não criadores muito pequeno.

No caso do Wikipedia, acho que a questão está mais no grau de dificuldade para a geração do conteúdo. Não que seja difícil entrar em um artigo do Wikipedia, clicar em editar e fazer alguma alteração, mas na pesquisa necessária para que sejam colocadas informações relevantes e precisas sobre os artigos sendo editados. O próprio YouTube tem um grau de dificuldade de geração de conteúdo (pegar uma filmadora, gravar, passar para o computador, eventualmente editar, fazer upload) mais difícil do que simplesmente fazer um comentário.

No Camiseteria por exemplo, se considerarmos somente os usuários cadastrados (já que para usar efetivamente o site é preciso estar cadastrado, diferente do OutroLado ou do Rec6, por exemplo), 7,5% já criaram alguma ilustração de estampa, 31% já fizeram algum comentário e 68% já votaram em alguma estampa. Se considerarmos todos os usuários, mesmo os não cadastrados, esses percentuais seriam menores, mas esses usuários não chegam a participar de alguma forma. Nesse caso, o percentual de usuários que criam uma estampa fica mesmo na faixa de 1%.




Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.



Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (6) | trackback (0)
Link para este post:


Trackback Pings

TrackBack URL para esse post:
http://www.fabioseixas.com.br/mt/mt-tb.cgi/333

Comentários

Esta mesma "teoria" diz que 90% apenas observam, 9% interagem e 1% efetivamente gera conteúdo, submeter conteúdo (link) está mais para interagir do que efetivamente criar conteúdo. E na verdade este estudo do Guardian pegou carona em uma pesquisa sobre os lurkers já meio antiga.

Postado por: Ibrahim Cesar em abril 5, 2007 7:51 AM


E vale lembrar que o Outrolado é um serviço relativamente novo. Os caras que estão cadastrados são em sua maioria heavy users, e daí a chance deles gerarem conteúdo ser maior.

Postado por: Fabricio Teixeira em abril 5, 2007 8:51 AM


Ok. E apenas 1% dos usuários colaborando é o suficiente para o "site 2.0" ser rentável? É uma pergunta meio genérica e relativa, mas respode aí....

Postado por: Thiago Nascimento em abril 5, 2007 10:52 AM


Thiago, no caso do Camiseteria, sim, é suficiente...

Postado por: Fabio Seixas em abril 5, 2007 11:05 AM


Na minha opnião quando surge um novo site como o citado outrolado, os primeiros usuários são os mais colaboradores até pelo perfil que estes sempre novos usuários (testers) tem!!! Mas quando o site já tem um bom conteudo formado e a massa de publico começa a visitar o mesmo este tipo de publico não costuma ser participativo fazendo com que o % caia e muito e além de tudo, com certeza logo que um projeto é criado os que mais criam conteúdo são os próprios idealizadores e colaboradores diretos e indiretos.
Abraços e parabéns pelo ótimo blog
Fernando Luis Paulon

Postado por: Fernando Luis Paulon em abril 5, 2007 6:22 PM


O que seria do azul se todos gostassem do vermelho?
Assim vejo a pesquisa do Guardian: apenas uma pesquisa para conhecimento de causa.
Como diria o Zeca Diabo, qualquer "teretetê, teretetê" sobre a pesquisa, é raciocínio mouco.
Confrontada essa pesquisa com o tempo médio de utilização de internet onde foi feito a pesquisa, certamente daria que a imensa maioria prefere a vida fora da internet.
Conectam para responder seus e-mails, pagamentos on-line, e numa eventual pesquisa ou indicação foram até "lá", onde mediram a usabilidade.
Da parcela que acessa a internet, numa escala por volume de tempo conectado, deve ser gigantesca a diferença entre uma ínfima parcela que usa muito para aquelas que usam menos e uma última, quase nada.

5% - Dos que acessam, usam muito
40% - Dos que acessam, usam pouco
50% - Dos que acessam, usam muito pouco

E, desses 5% que usam muito é que saem os que produzem conteúdo. E apenas uma parcela deles, nem todos.
Não se pode raciocinar com um pouco de lógica então, sem difinição do tempo de uso por categorias.

Abs

Sérgio


Postado por: Sergio Grigoletto em agosto 22, 2007 7:41 PM


Comente

Aviso legal:
-Não publico comentários anônimos. "josé", "júnior", "maria" e qualquer nome que não informe claramente quem está fazendo o comentário será considerado anônimo. Seja homem (ou se preferir, tenha peito) e assuma sua posição;

-Se quiser que seu comentário seja publicado, informe claramente algum site que o identifique. Pode ser blog, Twitter, Orkut, Facebook ou qualquer perfil na internet e que, por sua vez, também não seja anônimo;

-Não publico comentários desrespeitosos, com palavras de baixo calão, preconceituosos ou que firam qualquer lei desse país;

-Não publico comentários que aparentam ser meras propagandas ou link building;

-Eu publico críticas, desde que respeitem as regras acima.




Lembrar?

(você pode utilizar algum HTML)


Please enter the security code you see here


   Powered by Movable Type