Fabio Seixas, versão txt
Modelo de negócio "Freemium"
março 31, 2007, 10:36 PM por Fabio Seixas

Uma palavra para definir um dos modelos de negócio mais comuns no mundinho web 2.0: Freemium

Como funciona o modelo de negócio Freemium?

Give your service away for free, possibly ad supported but maybe not, acquire a lot of customers very efficiently through word of mouth, referral networks, organic search marketing, etc, then offer premium priced value added services or an enhanced version of your service to your customer base.

Via A VC





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (2) | trackback (0)
Link para este post:




Revista iMasters
março 29, 2007, 10:44 AM por Fabio Seixas

O iMasters, em parceria com a Zupi, lançará no próximo dia 11/abril a Revista iMasters.

A revista terá um formato alternativo, trimestral, muito parecida com a revista Zupi e trará conteúdo voltado para o mercado de TI e Internet.

Eu sou o entrevistado da Edição 01 e falo um pouco sobre e-commerce no Brasil, além de falar um pouco sobre o Camiseteria.

A Edição 01 ainda trás na capa uma matéria sobre o poder dos blogs. O editor da revista é Felipe Souza, um cara sagaz que com certeza trará conteúdo de altíssimo nível para as próximas edições.

A festa de lançamento vai acontecer na Fnac da Av. Paulista, possui entrada gratuita e contará com uma palestra do Carlos Merigo.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (10) | trackback (0)
Link para este post:




As empresas estão nuas
março 28, 2007, 6:30 PM por Fabio Seixas

Realmente a Internet muda tudo. A Internet está deixando as empresas nuas e sem saberem como lidar com isso.

www.casasbahia.org

O meio está demandando que as empresas sejam cada vez mais transparentes e "do bem". Isso me lembra a filosofia do Google: Don´t do evil Don´t be evil.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (5) | trackback (0)
Link para este post:




Snack videos e o horário nobre
março 26, 2007, 6:38 PM por Fabio Seixas

A comScore Media Metrix descobriu que as pessoas assintem mais vídeo online no horário de 17 às 20 horas.

Fica a pergunta: Isso importa? Ou melhor... Considernado que os snack videos são consumidos por demanda, por quem quiser, quando quiser, de maneira individual, o conceito de horário nobre é importante dentro do mercado de vídeos online?

Horário nobre só faz sentido em uma mídia de broadcast 1-to-many. Em uma mídia onde a transmissão é narrowcast 1-to-1, não faz muito sentido.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (5) | trackback (0)
Link para este post:




Não vamos cometer os mesmos erros
março 26, 2007, 2:00 AM por Fabio Seixas

As palavrinhas estão no ar novamente. Ando escutando elas por ai. E não apenas nas mesas de bar. Ando escutando em negócios e projetos reais. IPO, Stock Option, Capital de Risco, etc. Tudo muito bom, um novo momento, novas oportunidades, etc, mas, por favor, não vamos cometer os mesmos erros novamente.

O ano de 2000 presenciou o desfecho de uma série de desventuras. Boo.com, Pets.com e tantas outras empresas que sumiram do mapa e que apostaram que poderiam aproveitar o momento e criar negócios sem bases sólidas contando com a possibilidade de serem compradas ou de fazerem IPOs milionários.

O momento está tornando a surgir. Isso é bom. O que vamos fazer com ele, quem vai se dar bem, quem vai se dar mal é o que devemos analisar.

Então, para não cairmos nos mesmos erros da bolha 1.0, sugiro algumas reflexões:

"Vamos criar uma empresa qualquerbuzzword.com e alguém vai querer investir na gente!"
No final dos anos 90, muitas empresas foram criadas com o esse pensamento. Qual o motivo para se criar uma empresa? Criar valor deve ser a resposta. Investimento financeiro deve ser o facilitador de um projeto e não seu objetivo final. Investimento serve para alavancar e viabilizar o crescimento, não para personifica-lo.

Qual é o seu modelo de negócio?
Muitas vezes essa pergunta foi simplesmente ignorada. Ou quando era feita, pouco importava a resposta.

Numa época de euforia é comum acreditarmos em modelos de receita mirabolantes que não se sustentam e não conseguem provar sua viabilidade. Empresas que apostam na publicidade como única forma de receita também foram, são e serão muito comuns. Mas e se o mercado de anunciantes não alavancar? Se a oferta de espaço publicitário for maior que a demanda? Como ficam todas essas empresas que contavam com a publicidade para pagar suas contas?

Uma sugestão pessoal minha: Arrume um jeito de colocar um pé no off-line e outro no on-line. Isso facilita muito as coisas. Não foi à toa que a taxa de mortalidade das empresas de e-commerce na bolha 1.0 foi menor que o resto do mercado. Elas agregavam valor de maneira factível.

Investimento para que?
Você buscaria um investimento financeiro para alavancar uma empresa viável ou para sustentar indeterminadamente algo inviável? A melhor forma de conseguir um investimento é não precisar dele. Se você está buscando investimento para pagar as contas, algo está muito errado.

"Ei! Eu tenho uma idéia fantástica! Vamos ficar milhionários!"
Ideias não impressionam mais. A execução sim. Idéias são baratas e fáceis de encontrar, já bons executores são difíceis de achar. Não se apoie somente na idéia. Idéias não importam tanto quanto antes. Pense na Starbucks. Uma cafeteria. Quer ideia mais sem graça que essa? No entando, foi a execução que a tornou uma das mais admiradas empresas do mundo.

Feitas para vender
Existem empresas que são contruídas para serem vendidas. Nada de mal nisso. Outras são feitas para durar. Vender uma empresa é apenas uma estratégia de saída do investidor/empreendedor. Não confunda estratégia de saída com modelo de negócio. Você pode até não ter uma estratégia de saída (talvez nem tenha pensando nisso), mas você não pode se dar ao luxo de não ter um modelo de negócio. "Vamos criar uma empresa e depois vende-la" não é um modelo de negócio, é uma estratégia de saída.

"Web 2.0 is the air for the next bubble" – Paul Witherow

Isso não significa que já temos uma bolha. O ar é apenas um elemento da bolha. A "película" que o envolve é o dinheiro sendo investido quase que indiscriminadamente. Isso ainda não está acontecendo no Brasil, mas talvez já esteja acontecendo lá fora. Mas os elementos que podem se tornar uma bolha já estão surgindo. Tudo depende do que iremos fazer com esses elementos.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (5) | trackback (0)
Link para este post:




O simples guia rápido e alternativo de como criar um blog
março 26, 2007, 12:43 AM por Fabio Seixas

Este blog atingiu recentemente a marca de 300 posts. Com a experiência que ganhei aqui, resolvi criar um simples guia rápido de como eu acredito ser a melhor forma de entrar na blogosfera. São pequenas dicas que eu mesmo usei e outras que percebi com o tempo.

Defina-se
Sério, para que você vai criar um blog? O que você vai escrever? Com que objetivo? Para quem? Como? Com que linguagem?

Questões simples como essas muitas vezes não são respondidas. O sujeito vê o artigo da Veja falando de blogs, depois sabe do primo que tem um blog e que ganha uma graninha, ai começa a pesquisar e descobre que tem gente que ganha uma granona com blogs. Ai o sujeito vai lá e cria um blog. Mas e ai? O que vai surgir dessa empreitada? Antes de criar um blog procure entender porque você está fazendo isso. Em seguinda, ache a resposta para as demais perguntas acima.

Persevere
O começo será uma luta. Quase ninguém vai acessar seu blog. Você será apenas mais um. Sair do marrasmo blogosférico não é fácil. Conteúdo original de qualidade, daqueles que interessam a mais pessoas que não seus familiares e seus amigos, é o caminho para a felicidade. Ou seja, escreva algo que preste e suas chances de não ser só mais um no meio da multidão serão muito melhores.

Redefina-se
Você provavelmente irá escrever alguma coisa que você gostaria de não ter escrito. Aprendizado vem com o tempo. Redefina-se regularmente. Mas tente manter os objetivos inicias. Redefina sua forma de expor idéias, sua linguagem, e, porque não, seu público.

Tenha um guru, mesmo que ele não saiba disso.
Procure se identificar com algum blogueiro que tenho um estilo que lhe agrade. Ele não precisa saber que você existe. Se souber, não vai fazer muita diferença. Um guru vai te ajudar a enteder qual o melhor caminho para ter um blog de qualidade, desde que você escolha um guru que ofereça qualdiade. Um guru irá facilitar o seu entendimento de como lidar com os leitores, como tratar a linguagem e a qualidade/originalidade do conteúdo.

Aposte no design
O design ajudará você a se destacar da multidão. Isso não garante que você irá aparecer, mas ajuda bastante. O bom design mostra que você é sério sobre manter um blog. Não precisa ser um design vencedor de concurso, mas algo que seja de bom gosto.

Tenha um domínio
Como passar credibilidade se você não gasta R$ 30 por mês para ter um blog hospedado decentemente. Isso não quer dizer que um blog no blogspot não tenha credibilidade, mas ajuda a mostrar que você "não está vendo qual é".

Por menores
Para outros detalhes não menos importantes tais como domínio, hospedagem, tempaltes, etc, sugiro a leitura do artigo do Edney entitulado O que você precisa para começar um blog do zero

Epílogo
Eu sinceramente não sei para que escrevi isso. Acho que a maioria dos meus leitores já possuem blogs. Talvez isso ajude a repensarem seus blogs em algum aspecto que não estejam totalmente satisfeitos.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (13) | trackback (0)
Link para este post:




Fun Friday: Calvin e Haroldo
março 22, 2007, 12:42 PM por Fabio Seixas

Para quem é fã de Calvin e Haroldo





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (6) | trackback (0)
Link para este post:




Será que você manja?
março 22, 2007, 1:19 AM por Fabio Seixas

Uma dica de blog enviada por Conrado Navarro, alias um blog escrito por ele mesmo sobre um assunto que, além de muito importante, é muito mal compreendido pela população em geral.

Se a maioria dos brasileiros tivesse só um pouquinho mais de noções de finanças, nosso país já teria um economia muito mais forte e próspera.

Então fica a dica: Será que você manja?





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (5) | trackback (0)
Link para este post:




Manifesto "Como ser criativo"
março 19, 2007, 12:08 PM por Fabio Seixas

Hugh, do gapingvoid, tem um excelente manifesto sobre como ser criativo, escrito desde 2004. É o tipo de coisa que deviamos transformar em mantras.

Para ilustrar, a versão em vídeo do manifesto.





Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (2) | trackback (1)
Link para este post:




Carta aberta: Edney e o ranking do BlogBlogs
março 17, 2007, 11:24 AM por Fabio Seixas

Carta aberta ao Edney do Interney.net e do Interney Blogs.

Prezado amigo Edney,

tenho acompanhado de perto o ranking do BlogBlogs que mostra a popularidade dos blogs nacionais. Este ranking tem como objetivo mostrar os blogs que mais recebem links de outros blogs, mostrando assim, sobre certo aspecto, a popularidade dos blogs nacionais.

Venho percebendo que o Interney Blogs, que é um agregador de blogs da rede Interney Blogs, vem subindo rapidamente no posicionamento do ranking, assim como os demais blogs de sua rede.

Analisando melhor o que vem ocorrendo, percebi que os blogs da sua rede oferecem conteúdos via RSS Feeds diferentes do conteúdo efetivamente mostrado publicamente nas páginas dos blogs. Os feeds mostram, ao final do texto do post, um conjunto de links no estilo de "posts similares" que apontam para outros posts dos blogs da rede Interney Blogs.

A utilização de links para posts similares ou relacionados em blogs é muito bem vinda por toda a comunidade blogueira mas creio a maneira como está sendo utilizada em sua rede não demostra a melhor representação da popularidade dos blogs no Brasil. Aponto três motivos para isso:

  • A lista de post relacionados aparecem somente nos feed e não no post original no blog. Ao meu ver, o conteúdo dos feeds deveria ser idênticos ao conteúdo do post original. Outros blogs que utilizam essa técnica o fazem mostrando no blog e no feed.

  • A lista de post relacionados deveria apontar para posts efetivamente relacionados ou similares. Analisando os feeds dos blogs da rede Interney Blogs, pude constatar que os links apontam para outros posts com conteúdos que nada tem a ver com o assunto tratado no post original, o que disvirtua totalmente o objetvido de oferecer uma lista de posts relacionados.

  • A lista de post relacionados linka para outros posts de outros blogs senão o blog em questão. O conceito de lista de posts relacionados como é aplamente aceito e interpretado, tem como obejtivo de mostrar para o leitor outros posts daquele mesmo autor sobre assuntos relacionados dentro do mesmo blog.

    Estes 3 fatores estão criando uma situação dentro do ranking do BlogBlogs que não é real.

    Considero o ranking do BlogBlogs uma das melhores ferramentas que a nossa blogosfera ganhou nos últimos tempos. Assim como o resto da comunidade de blogueiros, gostaria de vê-lo representanto de maneira mais fiel possível a popularidade dos blogs nacionais.

    O que estamos vendo é que, muito em breve, os top 25 blogs do ranking serão os blogs da rede Interney Blog o que sabemos não é uma representação, nem aproximada, da realidade. Caso isso se concretize, o ranking deixará de ter o seu valor.

    Escrevo esta carta não com o objetivo de criticar, mas com o objetivo de preservarmos a nossa blogosfera e de trabalharmos para desenvolve-la. Acredito que a comunidade como um todo ganha com isso.

    Edney, publiquei essa carta aberta com a melhor das intenções. Te considero um dos grandes desenvolvedoers da blogosfera nacional. Creio que você saiba disso. Já tive a oportunidade de te dizer isso pessoalmente. E tão somente por essa admiração é que estou buscando seu entendimento em relação a essa questão.

    Sendo assim, peço uma avaliação do seu posicionamento perante essa questão e convido a blogosfera a debater o assunto.

    Um forte abraço,

    Fabio Seixas





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (30) | trackback (0)
    Link para este post:




    Heroes: Excelente marketing de guerrilha
    março 11, 2007, 10:09 PM por Fabio Seixas

    Quem é deste planeta e não passou as últimas semanas sem ver televisão sabe que o seriado do momento é o Heroes.

    Assim como Lost, esse seriado anda gerando um buzz muito grande na Internet. Só que diferente do Lost, eles estão ativamente desenvolvendo ações de guerrilha na web.

    No seriado, uma empresa de papel chamada Primatech Paper é na verdade uma fachada para uma organização que acompanha os "humanos-evoluído" (ou heroes) do seriado.

    Numa ação muito bacana, a NBC, criadora do seriado, colocou na internet o site da Primatech Paper que na verdade nada mais é do que uma "fachada" para identificar humanos-evoluídos.

    Se você se cadastrar no site na seção de empregos, você começará a receber emails com dicas e senhas para partes protegidas do site.

    Numa dessas mensagens, eles informam os secredos para acessar a parte secreta da empresa.

    From: Primatech Paper
    Date: 13-Feb-2007 08:01
    Subject: better hurry

    Last file 4 a while. Go 2 primatechpaper.com, find helix. Same place as b4. Usrnme: bennet pwrd: claire. Matt's code: MPggtn75x Rembr: Usrnme always bennet


    E a ação segue com o envio de novos emails com novas dicas como por exemplo o blog de uma personagem, Samantha, que, creio eu, ainda vai surgir no seriado.

    A ação é interessante porque cria uma dinâmica no envio dos emails aos fãs do seriado, já que eles esperam ansiosos pelas novas "dicas". Faz com que o buzz em torno do seriado seja ainda maior, atiçando a curiosidade de quem ainda não viu o seriado.

    Ou seja, um bom exemplo de como colocar em prática uma ação de guerrilha com todo o potencial de viralidade que a web oferece.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (8) | trackback (0)
    Link para este post:




    Rafinha
    março 11, 2007, 8:14 PM por Fabio Seixas

    Esse vídeo fez parte da apresentação do Gustavo Donda da TV1 durante a 1ª Conferência de Web 2.0. A apresentação do Gustavo foi uma das melhores do evento. Vale a pena ver e guardar para quando você precisar explicar para alguém porque a comunicação de marketing daqui para a frente não será a mesma.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (11) | trackback (0)
    Link para este post:




    Grande achado do dia
    março 10, 2007, 3:12 PM por Fabio Seixas

    Sramana Mitra on Strategy

    Sramana Mitra é o autor indiano a autora indiana deste blog. É daqueles que você espera ansioso para ler novos posts. Ele cobre assuntos como empreendedorismo, internet (web 2, 3), venture capital, liderança, etc. Vale a visita.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (1) | trackback (0)
    Link para este post:




    A nova comunicação em diagramas
    março 10, 2007, 1:28 AM por Fabio Seixas

    O Fábio Cipriani do Serendipidade colocou em forma de diagramas aquilo que expressei em palavras no post das baratas tontas.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (1) | trackback (0)
    Link para este post:




    Engajamento e diálogo
    março 9, 2007, 5:47 PM por Fabio Seixas

    Só para completar um dos conceitos expostos no post sobre as baratas tontas, queria expor esse pequeno trecho que peguei no blog do Seth Godin e que completa muito bem o que disse previamente:

    Some organizations are good at listening. Some are good at talking. A few are even good at both.

    But having a dialogue is different. It's about engaging in (sometimes) uncomfortable conversations that enable both sides to grow and change.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (1) | trackback (0)
    Link para este post:




    Fun Friday: Game over
    março 9, 2007, 8:45 AM por Fabio Seixas

    Via BlogBox





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (0) | trackback (0)
    Link para este post:




    Que nem barata tonta
    março 9, 2007, 8:25 AM por Fabio Seixas

    As empresas estão que nem barata tonta em relação a como fazer comunicação em tempos de mídia 2.0.

    As concluções do Carlos Merigo em relação ao Proxxima 2007 mostram isso. As empresas estão entrando em todos os barcos ao mesmo tempo na esperança de que algum consiga transportar de maneira eficiente sua comunicação com o mercado. Tem o barco dos virais, tem o do UGC/UGM (User Generated Content/Media), o das redes sociais, do snack videos, etc.

    O bem da verdade é que ninguém sabe ao certo como adaptar a comunicação de marketing para os atuais movimentos comportamentais que a Internet vem proporcionando. Isso explica porque a barata anda tonta.

    Não adianta tentar controlar a informação que a essa altura é incontrolável (vide Cicarelli). Engajar se tornou mais importante que vender. Um cliente engajado vale mais do que 100 clientes que "só compram". Interromper é chato, envolver o consumidor é mais divertido (para ele e para a empresa).

    A comunicação daqui a 10 anos vai ser completamente da comunicação feita hoje. Ninguém há de negar isso. Estamos vivendo o tipping point da comunicação. E em pontos de desequilibrios é comum ninguém saber para onde a coisa vai.

    Surgem vários pequenos caminhos que podem ou não virar estradas nos próximos anos. Talvez comunicação até deixe de ter esse nome. Talvez passe a ser chamada de "experiência". Imagine como será o "planejamento anual de experiência de marketing" ou quais as "diretrizes de experiência de marketing definidas pela diretoria" ou ainda "qual o budget de experiência para o próximo ano?". Interessante pensar desta forma.

    Um exemplo de como estamos perdidos: A revista Super Interessante de março/2007 trouxe um anúncio da West Coast, uma marca de sapatos, que está lançando uma rede social ala Orkut chamada Bitnautas. Me pareceu uma ação meio sem sentido. Acho que as empresas se esquecem de fazer a pergunta básica em termos de redes sociais: Qual a motivação do usuário em participar? Sinceramente não sei qual seria a motivação de uma rede social como essa. "Se relacione com outras pessoas que tenham um sapato igual ao seu"?

    Do ponto de vista de redes sociais, as empresas precisam entender que elas devem SER a rede social e não somente TER uma rede social com a sua marca.

    Os próximos anos serão excitantes neste mercado. Muita coisa vai ser questionada e reavaliada. Como em qualquer mudança de paradigma, vão haver aqueles que acreditam que nada mudou e aqueles que vão exagerar nas mudanças. Como tudo na vida, o equilibrio deve prevalecer.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (9) | trackback (0)
    Link para este post:




    Os roteiros e as mulheres: meme e homenagem
    março 8, 2007, 8:31 AM por Fabio Seixas

    O Mauro do Carreira Solo criou esse meme bem bacana: Cinco roteiros que você simplesmente não consegue mais aturar na propaganda

    Vou responde-lo fazendo uma homenagem ao dia internacional da mulher.

    Cincos roteiros de propaganda que eu não aguento mais:

  • Comercial de shampoo cheio de mulheres lindas com cabelos que não existem na vida real, balançando suas cabeças de um lado para outro. Como devem ficar essas mulheres ao final de um dia de gravações? Elas deveriam receber um cachê extra por insalubridade.

  • Comercial de sabonete com a atriz "da hora" tomando banho de banheira. Meu Deus! 0,001% da população tem uma banheira em casa. Esses publicitários não devem ter esposas. Não sabem que elas ficam horas no banho pensando na roupa que vão vestir e não ficam se ensaboando rodeada de velas aromáticas. (Mulheres, isso é um elogio. Vocês sempre escolhem a melhor roupa e ficam lindas!)

  • Propaganda de inseticida onde as mulheres aparecem todas sorridentes apontando o aerosol para as baratas. Convenhamos, estão querendo enganar quem? Vocês publicitários acham que vão conseguir convencer as mulheres de que elas conseguem ficar calma na frente de uma barata? Por favor, mais respeito com as mulheres!

  • Reclame de apartamento de 2 quartos no Recreio (RJ) que fica a 10 kilometros da praia e que o comercial faz parecer que fica a 100 metros do mar. Sabemos que são as mulheres que decidem a compra do apartamento. E elas não são burras!

  • Propaganda de absorvente íntimo com alguém derramando um líquido azul em 2 absorventes, um da espessura de uma folha de papel e outro da espessura de um biscoito goiabinha. E ainda querem que a gente acredite que o absorvente goiabinha absorve menos liquido e que a mulher mestrua azul.

    Parabéns, mulheres!

    Repasso o meme para a Mônica Sabino e quem quiser participar porque os publicitários blogueiros que eu conheço já foram todos convidados. O Mauro não deixou nenhum para eu convidar. :)





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (5) | trackback (0)
    Link para este post:




    Tecnologia + Rock: uma frase excelente!
    março 6, 2007, 3:29 PM por Fabio Seixas

    Frase do Drew Shutte da Wired:

    “Technology is the rock n´roll of our times”

    Simplesmente EXCELENTE!

    Via Update or Die





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (2) | trackback (0)
    Link para este post:




    Um Joost por uma camiseta
    março 5, 2007, 11:59 AM por Fabio Seixas

    Gostaria muito de testar o Joost. Tem gente fazendo sorteio para distribuir convites (aqui e aqui). Vou fazer o contrário. Darei uma camiseta do Camiseteria.com para o primeiro que me enviar um convite do Joost.

    ps1.: Mande um email antes avisando que você irá enviar o convite pois se mais de uma pessoa mandar o convite direto, só irei dar a camiseta para o primeiro e os demais vão perder seus convites. Quem mandar o email primeiro e em seguida confirmar o convite, leva a camiseta.

    ps2.: O prêmio é um vale-compras no Camiseteria.com no valor de R$ 55,00.

    Update: Promoção encerrada. O Alexandre Fugita do Techbits levou a camiseta.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (12) | trackback (0)
    Link para este post:




    O tal do Beta Eterno
    março 4, 2007, 11:08 PM por Fabio Seixas

    Confesso que tenho birra com a expressão "Beta Eterno". E com o conceito também, principalmente quando atrelado à Web 2.0.

    Beta é a fase de um sistema ou site em que o desenvolvedor libera uma versão ainda não totalmente finalizada para que eventuais bugs e problemas sejam identificados e resolvidos, geralmente, oferecido para um conjunto limitado de usuários. O recado é claro: "Ao usar esse sistema, você poderá encontrar erros, bugs e instabilidade."

    O Beta Eterno vem do princípio de que o desenvolvimento de um site nunca termina. É uma evolução contante e sem fim.

    O conceito de evolução constante é nobre e também imprescindível para o sucesso de um projeto. Mas este conceito não é novo. O CorelDraw, um software editoração gráfica, foi lançado em 1989 e hoje está na versão 13 (X3). 18 anos de evolução constante. Um exemplo online seria o Yahoo, lançado em 1994 e que já teve uma dúzia de homepages diferentes.

    Não creio que faça algum sentido rotular um site web 2.0 de Beta Eterno. A mensagem é: "Este site está em evolução constante mas ao usar este site você poderá encontrar erros, bugs e instabilidade, para sempre."

    Do ponto de vista de marketing, essa mensagem é pejorativa. Dizer que um site provavelmente apresentará erros não é nada bom. Então evite.

    Use o beta como ele deve ser. Como fase de testes e ajustes, por um tempo curto e determinado, para um grupo limitado de usuários. Faça isso pelo menor tempo possível. Depois, entre na fase da Evolução Eterna.

    O "Lance cedo e evolua" continua valendo mais do que nunca.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (5) | trackback (0)
    Link para este post:




    Firefox vs IE: Não pense por mim
    março 4, 2007, 2:05 PM por Fabio Seixas

    Quando o evangelismo excessivo atrapalha usabilidade e o marketing pessoal, acontecem atrocidades como essa:

    nao_pense_por_mim.png

    Qual o sentido de atrapalhar a principal usabilidade de um site (a porta de entrada, a primeira impressão) com uma mensagem como essa? Ainda mais com a prepotência do autor de achar que pensa melhor do que o visitante. Porque colocar um outdoor persuasivo na frente de seu site/curriculo/portifólio pessoal em prol de um produto que não lhe dá nada em troca além de um browser gratuito? (convenhamos, browser gratuito é o que mais tem por ai. Ou seja, nem é um grande benefício tão grande assim.)

    Mas não há como negar que a capacidade de evangelização do Firefox é enorme. Eles só tem que tomar cuidado para não virarem web-chatos.

    ps.: Evangelistas, poupem seus argumentos para me convencer a usar Firefox. Estou muito satisfeito com meu Maxthon 2.0.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (13) | trackback (0)
    Link para este post:




    Prêmio Info Exame Web 2.0
    março 4, 2007, 10:40 AM por Fabio Seixas

    O Camiseteria foi premiado com o 1º lugar na categoria Uso Profissional do Prêmio Info Exame Web 2.0. Cheers!

    Acho que o pessoal do estúdio fotográfico pensou que eu fosse árabe ou algo parecido. :)





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (9) | trackback (0)
    Link para este post:




    Fabio Seixas no Alternativa 2007
    março 3, 2007, 2:27 PM por Fabio Seixas

    15 e 16 de março vai acontecer em Fortaleza o Alternativa 2007, um seminário de Propaganda e Marketing voltado à arte do Marketing de Guerrilha.

    Vou apresentar a palestra "A Web propaganda e as novas tendências da Internet".

    O evento vai contar ainda com Carlos Merigo do Brainstorm #9, Gustavo Fortes da Agência Espalhe e Wagner Martins do Cocadaboa.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (1) | trackback (0)
    Link para este post:




    Oportunidade de Links Patrocinados
    março 2, 2007, 6:05 PM por Fabio Seixas

    Um grande player da internet brasileira está contratando 2 profissionais que entendam muito de links patrocinados como "produto".

    Alquém que saiba a fundo como funcionam os links patrocinados, tanto para quem vende como para quem compra.

    As vagas são para São Paulo.

    Se estiver interessado, me mande um email (fseixas@gmail.com) com CV que eu encaminho para os responsáveis. Por hora, a informação de quem é o contratante é confidencial.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (1) | trackback (0)
    Link para este post:




    Tudo que você queria saber sobre a blogosfera mas nunca teve corragem de perguntar
    março 1, 2007, 12:17 PM por Fabio Seixas

    Quarta-feira, a cidade de São Paulo presenciou um encontro de alguns grandes blogueiros nacionais.

    Carlos Merico do Brainstorm #9, Edney Souza do Interney.net, Cris Dias do CrisDias.com, Bruna Calheiros do Sedentario Hiperativo, Alexandre Inagaki do Pensar Enlouquece e eu, Fabio Seixas, do Versão txt.

    Inagaki, Edney, Fabio Seixas e Carlos Merico (Pensar enlouquece, Interney.net, Versao txt, Brainstorm 9)
    Inagaki, Edney, Fabio Seixas e Carlos Merigo

    Cris Dias e Fabio Seixas
    Cris Dias e Fabio Seixas

    Edney, Bruna Calheiros, Carlos Merigo (Inetney.net, Sedentario Hiperativo, Brainstorm 9)
    Edney, Bruna Calheiros, Carlos Merigo

    Edney e Bruna Calheiros
    Edney e Bruna Calheiros

    Nesse papo descontraido, muito se falou sobre a blogosfera. Falou-se de tudo você queria saber sobre a blogosfera mas nunca teve coragem de perguntar. O Edney contou pra gente o quanto ele ganha com seu blog. Mas eu não posso falar aqui se não ele vai contratar um matador de aluguel.

    Conseguimos registrar em vídeo o segredo do Edney de como ganhar dinheiro com blogs. Mas não reparem na lingua enrolada porque o grau alcoólico não era dos menores.

    Falamos de Interney Blogs, de 13Nós, de monetização, de conteúdo de qualidade, de ad-sense, Mercado Livre e de peitinhos caídos (e não era pornografia). Falamos de cerveja quente e acabamos concordando que o Rio é muito melhor que São Paulo, pelo menos no quesito cerveja gelada.





    Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
    permalink | comentários (8) | trackback (0)
    Link para este post:






  •     Powered by Movable Type