Fabio Seixas, versão txt

« Million dollar pixels, versão offline | Main | Blogueiros e criadores de sites e software, leiam isso. »

Capacidade de viralidade
julho 7, 2006, 7:33 PM por Fabio Seixas

Imagino que a capacidade de algo se tornar extremamente viral é diretamente proporcional ao tamanho do ambiente. Existem talvez centenas de casos de crescimento viral exponencial em sites de língua inglesa. MySpace, Digg, Technorati, Wikipedia, Google, YouTube, etc, etc, etc.

No Brasil, acho que ficamos em apenas algumas dezenas de casos. Ruth Lemos, Havaina de Pau, Orkut. Se analizarmos somente empresas e sites e não memes populares como Ruth Lemos e Katilce, só consigo me lembrar do Orkut mesmo.

O caso do crescimento do Orkut no Brasil é, ao meu ver, um dos pouquíssimos casos de crescimento extramamente viral de um site comercial no Brasil. Talvez possamos citar Fotolo.net e Flogão.com.br também.

Chego a conclução que quanto maior o tamanho do ambiente, maior é a propabilidade de virus serem espalhados. Meio óbio, é verdade, mas bem sensato. É o que ocorre com sites da lingua inglesa. Com um ambiente maior a disposição do virus, fica muito mais propício que ele encontre um caminho de crescimento exponencial.

O caso Orkut mostra que existe espaço para outros casos ocorram no Brasil com a mesma magnitude. A questão é: Porque são tão poucos os casos de sites com crescimento exponencial no Brasil? Porque mesmo nos casos em que isso aconteceu, ocorreram com sites estrangeiros e não com sites nacionais? Será que não somos nacionalista no quesito "serviços de Internet"?

Acredito que temos uma tendência a dar mais crédito a sites estrangeiros. A não ser que aja um forte fator que favoreça o site nacional. A comparação neste momento fica entre a Amazon.com e o Submarino.com.br e sites de ecommerce de maneira geral. A questão da logística, proximidade física e moeda estrangeira é o fator que favorece os sites nacionais de em relação aos estrangeiros.

Obviamente o fator que mais favorece os sites nacionais é a língua. Já se foi a época em que a maioria dos usuários de Internet falavam (ou pelo menos liam) em inglês. Com a Internet se popularizando, cada vez mais entram novos usuários que não possuem o domínio sobre o inglês.

Podemos ser mais nacionalistas? Devemos dar mais crédito e fazer mais boca-a-boca de sites nacionais em detrimento a sites estrangeiros onde os fatores citados acima não são determinantes? Faltam projetos nacionais que mereçam o boca-a-boca?

Na minha opnião as respostas são: sim, sim e sim.




Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.



Adicionar à: del.icio.us | Rec6 | My Yahoo 2.0
permalink | comentários (3) | trackback (0)
Link para este post:


Trackback Pings

TrackBack URL para esse post:
http://www.fabioseixas.com.br/mt/mt-tb.cgi/155

Comentários

Talvez, sim e com certeza. :)

Postado por: Maurício M. Maia em julho 7, 2006 5:39 PM


Depende, depende e depende.

o terra cobra uma taxa extra pra você aumentar o espaço da conta pra 5GB, enquanto o Gmail fornece quase 3 free. Sem falar no filtro antispam, labels, etc etc

os serviços brasileiros, muitos, não são de graça. Existe MUIIIIIIITO mais site estrangeiro oferencendo serviços MELHORES de graça.

No caso do orkut. Não sei se é o melhor.. mas foi o primeiro. Então todo mundo se cadastrou lá, fez sucesso. Daí então apareceram os concorrentes. Eu vou ficar fazendo outra conta em outros sites iguais? pra quê? Tem um tal aí do UOL... fala sério...
o orkut ja não presta pra muita coisa, pouquissima coisa é levado a serio lá. Se a pessoa sai do orkut, não quer nem saber se tem outro, se é brasileiro, daonde é, quem é o host... blablabla

e outra... notícias, quer saber notícias quentes? Leia ingles nos sites estrangeiros.
O que? esperar 1 ou 2 dia pra ver a notícia traduzida, com o link pra íntegra?
claro que tem alguns sites brasileiros que tabem fazem noticias...

eu não me importo se é brasileiro, se é americano, inglÊs, canadense. Eu quero o melhor serviço. Quem eu achar que está me oferecendo o melhor serviço eu fico.

=)

Postado por: Pedro Vilas Boas em julho 7, 2006 8:20 PM


Pô Fábio Seixas!

Sempre me faço esse mesmo tipo de perguntas que você e nunca chego a uma conclusão definitiva.

Se você quiser pensar em mais uma coisa: O Brasil exporta US$ 100 milhões em softwares por ano. Como a Tata Consultancy Services consegue chegar ao Brasil e, EM UM ANO APENAS, faturar US$ 100 milhões?

Como o Pedro Vilas Boas, eu quero o melhor do mundo. Mas também gostaria que o Brasil estivesse no centro das atenções.

Postado por: Jônatas Gardin em julho 10, 2006 8:16 PM


Comente

Aviso legal:
-Não publico comentários anônimos. "josé", "júnior", "maria" e qualquer nome que não informe claramente quem está fazendo o comentário será considerado anônimo. Seja homem (ou se preferir, tenha peito) e assuma sua posição;

-Se quiser que seu comentário seja publicado, informe claramente algum site que o identifique. Pode ser blog, Twitter, Orkut, Facebook ou qualquer perfil na internet e que, por sua vez, também não seja anônimo;

-Não publico comentários desrespeitosos, com palavras de baixo calão, preconceituosos ou que firam qualquer lei desse país;

-Não publico comentários que aparentam ser meras propagandas ou link building;

-Eu publico críticas, desde que respeitem as regras acima.




Lembrar?

(você pode utilizar algum HTML)


Please enter the security code you see here


   Powered by Movable Type